Filosofia

  1. Por que a beleza importa?

    Por que a beleza importa?

    Sem estoque

    Terá o papel da beleza, na arte e nas nossas vidas, desaparecido por completo ou substituído, ao que parece, por agendas político-ideológicas ou por projetos conceituais que pouco ou nada tem a ver com a fruição estética? Há ainda algum espaço para a reflexão acerca do “Belo”, que por tanto tempo motivou o trabalho intelectual e artístico da humanidade? Em tempos de conflito com os “pichadores”, desagregação dos consensos artísticos e crise da sensibilidade estética, este rápido curso pretende dar uma resposta ao questionamento “Por que a beleza importa?” – pois ela importa, sim, e muito.

    Eduardo Wolf
    Eduardo Wolf é Mestre em filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e doutorando em filosofia pela USP. É articulista do jornal Zero Hora e da revista Veja, em que escreve sobre temas de cultura, ética e filosofia política. Traduziu os ensaios de T. S. Eliot (Notas para uma Definição de Cultura e A Ideia de uma Sociedade Cristã e Outros Ensaios - É Realizações) e diversos títulos de filosofia (A Filosofia antes de Sócrates, de Richard Mckirahan, A invenção da Filosofia, de Néstor-Cordero, entre outros). É o atual Secretário Adjunto da Cultura de Porto Alegre.

    Período: 23 e 30.05

    Dia: terças-feiras

    Horário: das 19h30 às 21h30