História

  1. O Amor em diferentes tempos

    O Amor em diferentes tempos

    Sem estoque

    O que é o amor? O amor é igual para todos nós? As mais diversas histórias de amor presentes na Mitologia, nas Artes Visuais e na Literatura, desde a Antiguidade até agora, nos ajudam a refletir sobre a força e a complexidade desse sentimento. Serão 4 encontros, um por mês, conduzidos por um dos mais versáteis intelectuais brasileiros, Donaldo Schuler.

    Cada encontro poderá ser cursado de maneira independente.

    Escreva para educativo@institutoling.org.br informando as datas de seu interesse. Assim o valor de matrícula será proporcional a sua participação.

    Donaldo Schuler
    Doutor em Letras e Livre-Docente pela UFRGS e pela PUCRS. Recebeu o título de Professor Emérito da UFRGS. Foi professor titular em língua e literatura grega da mesma universidade. Foi professor do Curso de Pós-graduação em Filosofia de PUCRS. Ministrou cursos em nível de graduação e de pós-graduação no Brasil e no exterior (Estados Unidos, Canadá, Uruguai, Chile, Argentina). Escritor de inúmeras e premiadas obras, entre ensaios e romances, é também tradutor, com destaque para o romance Finnegans Wake, de James Joyce, e a Odisséia¸de Homero.

    Período: de 09.04 a 09.07

    Dia: quintas-feiras ( 4 encontros, um a cada mês )

    Horário: das 19h30 às 21h30

  2. EUA, China, Rússia e a nova Guerra Fria

    EUA, China, Rússia e a nova Guerra Fria

    Sem estoque

    Quais os condicionantes da aproximação entre China e Rússia? Quais as políticas dos EUA de contenção? Como esta aproximação altera a dinâmica das potências emergentes? Qual foi a estratégia de expansão do poder estadunidense nas duas últimas décadas? Como as ‘revoluções coloridas’ afetam as alianças internacionais? O ressurgimento da Rússia e a ascensão China representam um desafio a esta nova realidade? Esses são alguns questionamentos que estruturam o curso.
    Diego Pautasso
    Graduado em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). É mestre e doutor em Ciência Política também pela UFRGS. Atualmente é professor de Relações Internacionais da ESPM-Sul e da Unisinos, e professor de Geografia do Colégio Militar de Porto Alegre. Atua nas áreas de pesquisa de Geografia e Relações Internacionais, em dois campos: Política e Economia Internacional, com ênfase nas relações Sul-Sul e na Ásia Oriental (China, Rússia, Índia, Ásia Central e Tigres Asiáticos) e Geografia e Política Exterior do Brasil, com ênfase no desenvolvimento e inserção internacional.

    Período: 04, 11 e 25.11

    Dia: terças-feiras ( 3 encontros )

    Horário: das 19h às 21h

  3. 100 anos após a Primeira Guerra Mundial: o legado de um cataclismo cultural

    100 anos após a Primeira Guerra Mundial: o legado de um cataclismo cultural

    Sem estoque

    Um século passou desde o início da ‘Grande Guerra’ – um conflito cuja duração seria, no máximo, de quatro meses, mas que estendeu-se sobre mais de quatro anos, envolvendo meio mundo de potências. Quando terminou em 1918, estava destruído não somente o Império Austro-Hungaro e a Alemanha ‘Guilhermina’, mas toda uma cultura ‘central-europeia’, com suas formas culturais, sociais e literárias. Com elas, perdeu-se também um cosmos de linguagem, uma visão de mundo e uma certa sensibilidade estética. Refletir acerca das significativas mudanças que resultaram deste primeiro abalo “global” é o objetivo principal do colóquio, composto por uma conferência de abertura, mesas redondas e leituras comentadas de relatos de viagem.

    Estudantes da UFRGS recebem desconto especial: escreva para educativo@institutoling.org.br e receba mais informações. O valor da inscrição é de R$ 30,00.

    Kathrin Rosenfield, Peter Wortsman, Sergius Gonzaga, Neil Hertz, Luis Krausz, José Vicente Tavares, Gunter Axt, Lúcia Serrano, Robson Pereira
    Organização:
    Kathrin Rosenfield - doutora em Ciência da Literatura

    Convidados:
    Peter Wortsman - tradutor e escritor
    Sergius Gonzaga - escritor e professor de Literatura Brasileira na UFRGS
    Neil Hertz - professor do Departamento de Humanidades da Johns Hopkins University
    Lawrence Flores Pereira - poeta, tradutor e ensaísta gaúcho. Professor na UFSM.
    Luis Krausz - professor em Literatura Hebraica e Judaica na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP
    José Vicente Tavares - sociólogo
    Gunter Axt - doutor em História Social
    Lúcia Serrano - doutora em Letras – Literatura
    Robson Pereira - psicanalista

    Apoio:
    Academia Rio-Grandense de Letras
    Federação Israelita
    Internationales Oesterreich Zentrum - Centro Austríaco Internacional
    Instituto Latino Americano de Estudos Avançados - ILEA / UFRGS
    Instituto Ling
    Programação de Pós-Graduação em Filosofia – UFRGS

    Período: 17 e 18.11

    Dia: segunda e terça-feira ( 2 encontros )

    Horário: dia 17 às 18h30 e dia 18 às 18h30

  4. Os amores de Zeus

    Os amores de Zeus

    Sem estoque

    As infidelidades de Zeus, o grande senhor do Olimpo, tornaram-se uma fonte inesgotável de motivos mitológicos. Suas incontáveis aventuras amorosas povoaram a mitologia grega de uma imensa quantidade de deuses e heróis que, inspirando centenas de obras de arte, estão vivos até hoje no imaginário ocidental.
    Cláudio Moreno
    Formado em Letras, com ênfase em Português e Grego, é também Mestre em Língua Portuguesa pela UFRGS e Doutor em Letras pela PUCRS. Foi professor do Instituto de Letras da UFRGS e das faculdades de Direito e de Comunicação da PUCRS. É colunista do jornal Zero Hora, de Porto Alegre, com uma seção sobre mitologia e outra sobre questões de nosso idioma. Autor de Guia Prático do Português Correto (4 v.) e de O Prazer das Palavras (3 v.), pela L&PM, e coautor de Português para Convencer (Ática). Publicou também o romance Troia: o romance de uma guerra e dois livros de crônicas sobre a Antiguidade — "Um Rio que Vem da Grécia e 100 Lições para Viver Melhor; histórias da Grécia Antiga, com o qual conquistou o prêmio Açorianos de Literatura 2009. Mantém o saite sualingua.com.br.

    Período: de 05.11 a 19.11

    Dia: quartas-feiras ( 3 encontros )

    Horário: das 19h30 às 21h30

  5. As grandes correntes ideológicas do Século XX: as ideias que mobilizaram as massas

    As grandes correntes ideológicas do Século XX: as ideias que mobilizaram as massas

    Sem estoque

    Com o declínio das religiões por efeito das ideias políticas difundidas pelo Iluminismo, acreditou-se que as modernas sociedades laicas fossem evitar a violência e o fanatismo. Todavia, não foi isto que ocorreu. O surgimento das ideologias, que em larga parte substituíram as crenças religiosas e as multidões devotas, provocou não só intermináveis polêmicas como foi o causador da maior parte das guerras travadas no século XX, estendendo-se pelo século XXI adentro.
    Voltaire Schilling
    Leciona História há mais de 30 anos, em diversas instituições de ensino. Escreveu os seguintes livros, entre outros: A Revolução Chinesa, O Nazismo – breve história ilustrada, Momentos da História: a função da História na conjuntura social, Estados Unidos vs América Latina: as etapas da dominação, Tempos da História, O Conflito das Ideias, América, Ocidente vs Islã. É o responsável pela página de História do portal Terra.

    Período: de 06.11 a 20.11

    Dia: quintas-feiras ( 3 encontros )

    Horário: das 19h30 às 21h30

  6. Deusas e Ninfas na Mitologia Grega

    Deusas e Ninfas na Mitologia Grega

    Sem estoque

    O curso Deusas e Ninfas apresenta as principais entidades femininas como diferentes manifestações da figura da mulher, tanto na Mitologia Grega como na posterior tradição ocidental. O curso, ministrado pelo professor Cláudio Moreno, busca na condição metafórica dos mitos a reflexão possível acerca da sociedade.
    Cláudio Moreno
    Cláudio Moreno é formado em Letras, com ênfase em Português e Grego. É Mestre em Língua Portuguesa pela UFRGS e Doutor em Letras pela PUCRS. Foi professor do Instituto de Letras da UFRGS e das faculdades de Direito e de Comunicação da PUCRS. É colunista regular do jornal Zero Hora, de Porto Alegre, com uma seção sobre mitologia e outra sobre questões de nosso idioma. É o autor de Guia Prático do Português Correto (4 v.) e de O Prazer das Palavras (3 v.), pela L&PM, e coautor de Português para Convencer (Ática). Publicou também o romance Troia: o romance de uma guerra e dois livros de crônicas sobre a Antiguidade — "Um Rio que Vem da Grécia e 100 Lições para Viver Melhor; histórias da Grécia Antiga, com o qual conquistou o prêmio Açorianos de Literatura 2009. Mantém o saite www.sualingua.com.br.

    Período: de 13 a 15.01

    Dia: de terça a quinta

    Horário: das 19h30 às 21h30

  7. O nascimento do contemporâneo

    O nascimento do contemporâneo

    Sem estoque

    O impressionante avanço da tecnologia desde a eclosão da Revolução Industrial no século 18 e as revoluções políticas que tiveram seguimento nos séculos 19 e 20, fizeram com que o velho mundo europeu entrasse em ocaso. Todavia, a sensação de decadência ensejou uma profunda e multifacetada reação que abrangeu as mais diversas áreas da sociedade ocidental, permitindo que um novo e vigoroso movimento emergisse das crises econômicas, das guerras e das revoluções ― movimento cultural, artistico e literário que se concentrou especialmente na desconstrução de tudo aquilo que era considerado no Ocidente como bom, belo e justo, criando assim o que nos é próximo.

    Voltaire Schilling
    Leciona História há mais de 30 anos. Escreveu os seguintes livros, entre outros: A Revolução Chinesa, O Nazismo – breve história ilustrada, Momentos da História: a função da História na conjuntura social, Estados Unidos vs América Latina: as etapas da dominação, Tempos da História, O Conflito das Ideias, América, Ocidente vs Islã. É responsável pela página de História do portal Terra.

    Período: De 20 a 22/01

    Dia: De terça a quinta

    Horário: das 19h30 às 21h30

  8. A Construção Social do Brasil Moderno

    A Construção Social do Brasil Moderno

    Sem estoque

    O curso pretende retomar questões como quem somos, como somos e por que somos? O que, de fato, constitui a identidade do brasileiro e da cultura nacional? Quais sãos os fatores que determinam a identidade brasileira dentro de uma peculiaridade? Este curso analisará os aspectos fundamentais da construção do Brasil enquanto nação moderna e os significados dos fenômenos culturais e sociais envolvidos nesse processo. Através de exemplos e materiais de pesquisas antropológicas e sociológicas, serão analisados diferentes aspectos do Brasil como manifestados em imaginários e representações, raça e etnicidade, tradição, regionalismo e cultura popular, dinheiro e consumo. Serão feitas comparações com processos semelhantes em outros países.
    Ruben George Oliven
    Doutor pela Universidade de Londres e Pós-doutor pela Universidade da Califórnia - Berkeley. É professor do Departamento de Antropologia da UFRGS. Lecionou em várias universidades estrangeiras, entre elas a Universidade de Londres, a Universidade de Paris – V, a Universidade de Leiden (Holanda) e a Universidade da Califórnia - Berkeley (EUA). Recebeu o Prêmio Érico Vannucci Mendes por sua contribuição ao estudo da Cultura Brasileira. Publicou vários artigos e livros, traduzidos para o inglês e o espanhol.

    Período: de 03 a 24.11

    Dia: segundas-feiras ( 4 encontros )

    Horário: das 19h às 21h

  9. História das ideias econômicas: de Adam Smith aos contemporâneos

    História das ideias econômicas: de Adam Smith aos contemporâneos

    Sem estoque

    O curso pretende analisar a formação e a evolução de ideias básicas em teoria econômica, tais como: o conceito de eficiência econômica, a importância do comércio exterior e da tecnologia, o funcionamento do sistema de preços relativos, as diferentes formas de organização econômica da sociedade (mercados, regras burocráticas estatais, violência ou loteria), os motores do crescimento econômico (ciclos e tendência de longo prazo), o papel do sistema de incentivos, entre outras.
    Marcelo Portugal
    Possui graduação em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, mestrado em Economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e doutorado em economia pela University of Warwick. Atualmente é professor titular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Tem dezenas de artigos científicos publicados em revistas especializadas no Brasil e no exterior. Em 2012, foi escolhido Economista do Ano pelo Corecon-RS.

    Período: de 29.04 a 20.05

    Dia: quartas-feiras ( 4 encontros )

    Horário: das 19h30 às 21h30

  10. Modernismo: arte e história

    Modernismo: arte e história

    Sem estoque

    A Primeira Guerra Mundial não somente assinalou o declínio econômico, político e militar da Europa, como também o fim de uma respeitável continuidade cultural. O cultivo do humanismo aristocrático e do individualismo liberal, depois da catástrofe, entrou em crise definitiva. A isso se somou, nas primeiras décadas do século XX, a emergência das ideologias seculares – a democracia, o comunismo e o nazi-fascismo - que vieram, por assim dizer, ocupar um espaço esvaziado de Deus. Deu-se então, no campo da estética, a maior ruptura com uma tradição de, no mínimo, cinco séculos de arte e literatura: a arte moderna fez do repúdio ao passado a sua pedra filosofal.

    Voltaire Schilling
    Voltaire Schilling leciona História há mais de 30 anos. Escreveu os seguintes livros, entre outros: A Revolução Chinesa, O Nazismo – breve história ilustrada, Momentos da História: a função da História na conjuntura social, Estados Unidos vs América Latina: as etapas da dominação, Tempos da História, O Conflito das Ideias, América, Ocidente vs Islã. É responsável pela página de História do portal Terra (http://noticias.terra.com.br/educacao/historia).

    Período: 05, 12 e 19.04

    Dia: quartas-feiras

    Horário: das 19h30 às 21h30