História

  1. A Construção Social do Brasil Moderno

    A Construção Social do Brasil Moderno

    Sem estoque

    O curso pretende retomar questões como quem somos, como somos e por que somos? O que, de fato, constitui a identidade do brasileiro e da cultura nacional? Quais sãos os fatores que determinam a identidade brasileira dentro de uma peculiaridade? Este curso analisará os aspectos fundamentais da construção do Brasil enquanto nação moderna e os significados dos fenômenos culturais e sociais envolvidos nesse processo. Através de exemplos e materiais de pesquisas antropológicas e sociológicas, serão analisados diferentes aspectos do Brasil como manifestados em imaginários e representações, raça e etnicidade, tradição, regionalismo e cultura popular, dinheiro e consumo. Serão feitas comparações com processos semelhantes em outros países.
    Ruben George Oliven
    Doutor pela Universidade de Londres e Pós-doutor pela Universidade da Califórnia - Berkeley. É professor do Departamento de Antropologia da UFRGS. Lecionou em várias universidades estrangeiras, entre elas a Universidade de Londres, a Universidade de Paris – V, a Universidade de Leiden (Holanda) e a Universidade da Califórnia - Berkeley (EUA). Recebeu o Prêmio Érico Vannucci Mendes por sua contribuição ao estudo da Cultura Brasileira. Publicou vários artigos e livros, traduzidos para o inglês e o espanhol.

    Período: de 03 a 24.11

    Dia: segundas-feiras ( 4 encontros )

    Horário: das 19h às 21h

  2. História das ideias econômicas: de Adam Smith aos contemporâneos

    História das ideias econômicas: de Adam Smith aos contemporâneos

    Sem estoque

    O curso pretende analisar a formação e a evolução de ideias básicas em teoria econômica, tais como: o conceito de eficiência econômica, a importância do comércio exterior e da tecnologia, o funcionamento do sistema de preços relativos, as diferentes formas de organização econômica da sociedade (mercados, regras burocráticas estatais, violência ou loteria), os motores do crescimento econômico (ciclos e tendência de longo prazo), o papel do sistema de incentivos, entre outras.
    Marcelo Portugal
    Possui graduação em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, mestrado em Economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e doutorado em economia pela University of Warwick. Atualmente é professor titular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Tem dezenas de artigos científicos publicados em revistas especializadas no Brasil e no exterior. Em 2012, foi escolhido Economista do Ano pelo Corecon-RS.

    Período: de 29.04 a 20.05

    Dia: quartas-feiras ( 4 encontros )

    Horário: das 19h30 às 21h30

  3. Origem e Evolução da Língua Portuguesa

    Origem e Evolução da Língua Portuguesa

    É nossa língua que nos faz ocidentais, herdeiros da Grécia e de Roma, do Velho e do Novo Testamento, da cristandade, da matemática decimal, do calendário gregoriano. Ela foi usada por santos e cruzados, por navegadores, por carrascos e por vítimas da Inquisição. Quando o Brasil foi descoberto, foi nela que Pero Vaz e Caminha, o escrivão da frota, relatou o feito ao rei de Portugal; foi nela que Camões cantou seus amores e Vieira pregou na Igreja contra as invasões holandesas, falando a colonos, índios e escravos. Viajando pela história de nossa língua, você vai entender o quanto devemos ao Grego e ao Latim, vai poder avaliar a dívida cultural que temos para com os árabes, os povos indígenas e africanos e − para a surpresa de muitos − descobrir o quanto o Português contribuiu para outras línguas do mundo.

    Cláudio Moreno
    Cláudio Moreno é formado em Letras, com ênfase em Português e Grego. É Mestre em Língua Portuguesa pela UFRGS e Doutor em Letras pela PUCRS. Foi professor do Instituto de Letras da UFRGS e das faculdades de Direito e de Comunicação da PUCRS. É colunista regular do jornal Zero Hora, de Porto Alegre, com uma seção sobre mitologia e outra sobre questões de nosso idioma. É o autor de Guia Prático do Português Correto (4 v.) e de O Prazer das Palavras (3 v.), pela L&PM, e coautor de Português para Convencer (Ática). Publicou também o romance Troia: o romance de uma guerra e dois livros de crônicas sobre a Antiguidade — "Um Rio que Vem da Grécia e 100 Lições para Viver Melhor; histórias da Grécia Antiga, com o qual conquistou o prêmio Açorianos de Literatura 2009. Mantém o saite www.sualingua.com.br.

    Período: dias 22 e 29.05.2018 ( 2 encontros )

    Dia: terças-feiras

    Horário: das 19h30 às 21h30

  4. A rota da seda

    A rota da seda

    Sem estoque

    A história da famosa rota comercial que liga Oriente e Ocidente é tema do curso ministrado por Ney Amaral. A Rota da Seda, assim batizada no Século XIX pelo explorador alemão Ferdinand von Richthofen, consistia na reunião de diferentes rotas existentes há milhares de anos, conectando desde norte da China até as estepes europeias. A seda, objeto de desejo dos ricos e poderosos da Europa e do mundo árabe, da qual os chineses dominavam os segredos de fabricação, foi escolhida como símbolo do trajeto intercontinental, mas a diversidade de produtos e conhecimentos que transitaram por séculos nestas rotas promoveram imenso intercâmbio comercial e cultural, tão familiar à nossa visão contemporânea de rede e globalização. Venha participar dessa viagem pela história, conhecendo o início e o apogeu dessa rota milenar.

    Ney Amaral
    É médico, empresário, fotógrafo, escritor e um viajante contumaz. Entre suas viagens está a Rota da Seda, caminho que também propiciou o registro de imagens deslumbrantes, boa parte delas acessíveis através das publicações Namastê Índia e Mongólia.

    Período: 14 e 21.06.2018

    Dia: quintas-feiras

    Horário: das 19h30 às 21h30

  5. Rússia: história e cultura

    Rússia: história e cultura

    Sem estoque

    O país que abrigará a Copa do Mundo de 2018 sempre foi motivo de controvérsias. Winston Churchill já definiu a Rússia como “uma charada embrulhada num mistério dentro de um enigma”. Neste curso, o Prof. Voltaire Schilling nos ajudará a desvendar a complexidade da cultura e a da história do maior país do mundo. Em dois encontros, passaremos pelos vikings, pelo luxo da dinastia Románov, pelos bolcheviques da Revolução de 1917, pela literatura de Dostoiévski, pela Guerra Fria e pelos conflitos recentes com a Ucrânia em relação à região da Crimeia, até chegarmos ao momento atual, caracterizado pela luta por espaços geopolíticos liderada por Vladimir Putin.

    Voltaire Schilling
    Leciona História há mais de 30 anos. Escreveu os seguintes livros, entre outros: A Revolução Chinesa, O Nazismo – breve história ilustrada, Momentos da História: a função da História na conjuntura social, Estados Unidos vs América Latina: as etapas da dominação, Tempos da História, O Conflito das Ideias, América, Ocidente vs Islã. É responsável pela página de História do portal Terra.

    Período: 17 e 24.04.2018

    Dia: terças-feiras

    Horário: das 19h30 às 21h30

  6. Os impasses da democracia

    Os impasses da democracia

    Sem estoque

    O mundo viveu uma fase de euforia democrática no final do século passado. Embora seja ingênuo imaginar que tudo se perdeu em pouco mais de uma década, é inegável que acontecimentos políticos recentes nos levam a questionar o futuro da democracia. Como explicar a emergência de velhos nacionalismos? Fenômenos como Trump e o Brexit são exemplos de recuos democráticos ou estamos presenciando aulas de democracia? Os meios eletrônicos e a explosão da mídia tornarão as democracias mais transparentes? E, neste caldeirão, como está a democracia brasileira, que contabiliza dois processos de impeachment em 25 anos? Diante dos vários impasses e reflexões da ciência política da atualidade, o primeiro – e fundamental – desafio é evitar a tentação das respostas simples a problemas complexos.

    Fernando Schüler e Eduardo Wolf
    Fernando Schüler é Doutor em Filosofia e Mestre em Ciências Políticas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com Pós-Doutorado pela Columbia University, de Nova Iorque. Foi Diretor do Ibmec, no Rio de Janeiro. Professor no INSPER, em São Paulo, e curador do Fronteiras do Pensamento.

    Eduardo Wolf é Mestre em filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e doutorando em filosofia pela USP. É articulista do jornal Zero Hora e da revista Veja, em que escreve sobre temas de cultura, ética e filosofia política. Traduziu os ensaios de T. S. Eliot (Notas para uma Definição de Cultura e A Ideia de uma Sociedade Cristã e Outros Ensaios - É Realizações) e diversos títulos de filosofia (A Filosofia antes de Sócrates, de Richard Mckirahan, A invenção da Filosofia, de Néstor-Cordero, entre outros).

    Período: 18 e 25.04, 02 e 09.05

    Dia: quartas-feiras

    Horário: das 19h30 às 21h30

  7. Os heróis na Mitologia Grega

    Os heróis na Mitologia Grega

    Sem estoque

    Os mitos sempre nos serviram enquanto alegorias para compreensão daquilo que é genuinamente humano. A meio caminho entre os deuses e os mortais, os heróis da mitologia grega são personagens luminosos, de coragem e tenacidade excepcionais, que se dedicam a lutar contra as forças obscuras que põem em risco a paz e a harmonia deste mundo. Hércules, Jasão, Teseu, Perseu e Belerofonte ? cada um a sua maneira ? dedicam sua vida à nobre tarefa de "fazer recuar as fronteiras do Mal", na feliz expressão de Albert Camus. Em dois encontros, o professor Cláudio Moreno apresenta as histórias de cada um desses heróis, recheadas de significados e valores que permeiam a cultura ocidental até os dias atuais.

    Cláudio Moreno
    Cláudio Moreno é formado em Letras, com ênfase em Português e Grego. É Mestre em Língua Portuguesa pela UFRGS e Doutor em Letras pela PUCRS. Foi professor do Instituto de Letras da UFRGS e das faculdades de Direito e de Comunicação da PUCRS. É colunista regular do jornal Zero Hora, de Porto Alegre, com uma seção sobre mitologia e outra sobre questões de nosso idioma. É o autor de Guia Prático do Português Correto (4 v.) e de O Prazer das Palavras (3 v.), pela L&PM, e coautor de Português para Convencer (Ática). Publicou também o romance Troia: o romance de uma guerra e dois livros de crônicas sobre a Antiguidade — "Um Rio que Vem da Grécia e 100 Lições para Viver Melhor; histórias da Grécia Antiga, com o qual conquistou o prêmio Açorianos de Literatura 2009. Mantém o saite www.sualingua.com.br.

    Período: 10 e 11.01.2017

    Dia: quarta e quinta-feira

    Horário: das 19h30 às 21h30

  8. A grande guerra cristã: os 500 anos da Reforma Protestante

    A grande guerra cristã: os 500 anos da Reforma Protestante

    Sem estoque

    Muito além de um movimento de ordem religiosa, a Reforma Protestante foi também uma grande reforma política e social. Surgida em um contexto de grande domínio da Igreja Católica sobre o Estado e sobre a sociedade, o movimento instituído por Martinho Lutero provocou uma série de profundas transformações, sendo considerado um dos eventos fundadores da história moderna. Neste curso, o historiador Voltaire Schilling apresenta uma retrospectiva dos acontecimentos que levaram à Reforma Protestante, a partir de um amplo painel que narra também os ecos desse importante evento que completa 500 anos em 2017.
    Voltaire Schilling
    Historiador há mais de 30 anos. Entre outros livros, escreveu e publicou: A Revolução Chinesa, O Nazismo – breve história ilustrada, Momentos da História: a função da História na conjuntura social, Estados Unidos vs América Latina: as etapas da dominação, Tempos da História, O Conflito das Ideias, América, Ocidente vs Islã. É responsável pela página de História do portal Terra.

    Período: dias 19 e 26.10.2017

    Dia: quintas-feiras

    Horário: das 19h30 às 21h30

  9. Grandes Rainhas - Vida e infortúnios

    Grandes Rainhas - Vida e infortúnios

    Sem estoque

    A história de quatro grandes rainhas serve de tema para o curso ministrado pelas professoras Angela Wolf e Tânia Bian. Na corte dos merovíngios franceses, controlada por quatro irmãos, as cunhadas Fredegunda e Brunilda protagonizam uma história de poder, vingança e assassinatos. Na Inglaterra absolutista, a transição do poder entre os Tudor e os Stuart passa pela história de duas rainhas decapitadas: Ana Bolena e Maria Stuart. Uma viagem pelos perigos e paixões das mulheres que dominaram a Europa e influenciaram a história.

    Tânia Bian e Angela Wolf
    Tânia Bian e Angela Wolf são reconhecidas por ministrar cursos sobre História da Arte e por organizar viagens culturais aos principais museus de Arte da Europa e do Oriente. O entusiasmo e a paixão pela história “não-oficial” são características marcantes que, unidas ao conhecimento dos detalhes mais íntimos da História da Arte, definem o perfil das professoras.

    Período: 15 e 22.05

    Dia: segundas-feiras

    Horário: das 19h30 às 21h30

  10. Modernismo: arte e história

    Modernismo: arte e história

    Sem estoque

    A Primeira Guerra Mundial não somente assinalou o declínio econômico, político e militar da Europa, como também o fim de uma respeitável continuidade cultural. O cultivo do humanismo aristocrático e do individualismo liberal, depois da catástrofe, entrou em crise definitiva. A isso se somou, nas primeiras décadas do século XX, a emergência das ideologias seculares – a democracia, o comunismo e o nazi-fascismo - que vieram, por assim dizer, ocupar um espaço esvaziado de Deus. Deu-se então, no campo da estética, a maior ruptura com uma tradição de, no mínimo, cinco séculos de arte e literatura: a arte moderna fez do repúdio ao passado a sua pedra filosofal.

    Voltaire Schilling
    Voltaire Schilling leciona História há mais de 30 anos. Escreveu os seguintes livros, entre outros: A Revolução Chinesa, O Nazismo – breve história ilustrada, Momentos da História: a função da História na conjuntura social, Estados Unidos vs América Latina: as etapas da dominação, Tempos da História, O Conflito das Ideias, América, Ocidente vs Islã. É responsável pela página de História do portal Terra (http://noticias.terra.com.br/educacao/historia).

    Período: 05, 12 e 19.04

    Dia: quartas-feiras

    Horário: das 19h30 às 21h30