Mais Imagens

O nascimento do contemporâneo

Voltaire Schilling
Leciona História há mais de 30 anos. Escreveu os seguintes livros, entre outros: A Revolução Chinesa, O Nazismo – breve história ilustrada, Momentos da História: a função da História na conjuntura social, Estados Unidos vs América Latina: as etapas da dominação, Tempos da História, O Conflito das Ideias, América, Ocidente vs Islã. É responsável pela página de História do portal Terra.
Informações do Curso

Details:

O impressionante avanço da tecnologia desde a eclosão da Revolução Industrial no século 18 e as revoluções políticas que tiveram seguimento nos séculos 19 e 20, fizeram com que o velho mundo europeu entrasse em ocaso. Todavia, a sensação de decadência ensejou uma profunda e multifacetada reação que abrangeu as mais diversas áreas da sociedade ocidental, permitindo que um novo e vigoroso movimento emergisse das crises econômicas, das guerras e das revoluções ― movimento cultural, artistico e literário que se concentrou especialmente na desconstrução de tudo aquilo que era considerado no Ocidente como bom, belo e justo, criando assim o que nos é próximo.

Período: De 20 a 22/01

Dia: De terça a quinta

Horário: das 19h30 às 21h30

investimento:
R$ 390,00

Encontros

Da psicanálise de Freud à estética erótica de Gustav Klimt ― O surgimento da psicanálise em Viena. As proposições de Freud e sua luta contra a moral tradicional judaico-cristã. Gustav Klimt (1862-1918) como expoente maior do erotismo na decadência do Império Habsburgo. Os começos do funcionalismo na arquitetura: Otto Wagner e Adolf Loos. A revolta estética das Vanguardas

A ruptura das vanguardas européias com a arte acadêmica e o positivismo. ― Os manifestos vanguardistas e suas propostas (impressionistas, cubistas, futuristas, expressionistas, surrealistas). Começo da crise da estética Ocidental e o rompimento definitivo com a tradição clássica.

O modernismo nas letras: o absurdo, o decadentismo e o suicídio da Europa. ― Franz Kafka, Marcel Proust, Thomas Mann. A supressão do heroico e o mal-estar na cultura do homem do século 20. As denúncias contra os grilhões culturais, éticos e estéticos que cercam o individuo contemporâneo: a burocracia, a sociedade civilizada e a doença.