Literatura

  1. Oficina com Gonçalo Tavares: Literatura e os grandes temas da cultura contemporânea

    Oficina com Gonçalo Tavares: Literatura e os grandes temas da cultura contemporânea

    Sem estoque

    Ministrada pelo escritor Gonçalo M.Tavares, a oficina terá exercícios de escrita e abordará grandes temas da cultura contemporânea, versando a partir de autores como Baudelaire, Nietzsche, Sêneca, Fernando Pessoa, Clarice Lispector, Dostoiévski, Wittgenstein, Robert Musil, Kabakov, Oliver Sacks, Lewis Carroll, Henri Michaux, Herberto Hélder e Bragança de Miranda. Além disso, imagens de Marina Abramovic, entre outros, servirão de elementos para a composição dos exercícios.

    A atividade é promovida pela FestiPOA Literária, com o apoio do Instituto Ling.

    Gonçalo M. Tavares
    Ensaísta, dramaturgo, professor, o escritor Gonçalo Tavares é também considerado a grande voz do romance português contemporâneo, com obras traduzidas para mais de 30 línguas, em 46 países. Estreou na literatura em 2001 e hoje é autor de 30 livros. É vencedor de diversas premiações internacionais, com destaque para o Prix du Meilleur Livre Étranger 2010, por Aprender a Rezar na Era da Técnica, prêmio concedido a escritores como Robert Musil, John Updike, Philip Roth e Gabriel García Márquez, entre outros. A editora Foz publicou no Brasil, em 2013, seu mais recente romance: Matteo perdeu o emprego.

    Período: dias 3 e 5.11 ( 2 encontros )

    Dia: segunda e quarta

    Horário: das 13h30 às 18h30

  2. Entre os clássicos da Literatura Universal

    Entre os clássicos da Literatura Universal

    Sem estoque

    A Literatura, além de servir como um refúgio, desempenha, ao seu modo, uma crítica ao social a partir de diferentes facetas da experiência humana. Ao longo do tempo, escritores como Proust, Hermann Hesse, Jorge Luís Borges, entre tantos outros autores referenciais, expressaram a força da literatura e descreveram o seu lugar histórico e insubstituível. O curso oferece e dinamiza experiências de leitura a partir de fragmentos extraídos de grandes obras literárias, com vistas à ampliação da consciência e da subjetividade.
    Maria do Carmo Alves de Campos
    Doutora em Letras pela USP, foi Professora Titular de Literatura Brasileira na UFRGS, com experiência de ensino no Canadá, na França e em Portugal. Tem vários livros publicados, além de outras publicações, particularmente no ensaio e na poesia.

    Período: de 05.11 a 10.12

    Dia: quartas-feiras ( 6 encontros )

    Horário: das 15h às 17h

  3. 100 anos após a Primeira Guerra Mundial: o legado de um cataclismo cultural

    100 anos após a Primeira Guerra Mundial: o legado de um cataclismo cultural

    Sem estoque

    Um século passou desde o início da ‘Grande Guerra’ – um conflito cuja duração seria, no máximo, de quatro meses, mas que estendeu-se sobre mais de quatro anos, envolvendo meio mundo de potências. Quando terminou em 1918, estava destruído não somente o Império Austro-Hungaro e a Alemanha ‘Guilhermina’, mas toda uma cultura ‘central-europeia’, com suas formas culturais, sociais e literárias. Com elas, perdeu-se também um cosmos de linguagem, uma visão de mundo e uma certa sensibilidade estética. Refletir acerca das significativas mudanças que resultaram deste primeiro abalo “global” é o objetivo principal do colóquio, composto por uma conferência de abertura, mesas redondas e leituras comentadas de relatos de viagem.

    Estudantes da UFRGS recebem desconto especial: escreva para educativo@institutoling.org.br e receba mais informações. O valor da inscrição é de R$ 30,00.

    Kathrin Rosenfield, Peter Wortsman, Sergius Gonzaga, Neil Hertz, Luis Krausz, José Vicente Tavares, Gunter Axt, Lúcia Serrano, Robson Pereira
    Organização:
    Kathrin Rosenfield - doutora em Ciência da Literatura

    Convidados:
    Peter Wortsman - tradutor e escritor
    Sergius Gonzaga - escritor e professor de Literatura Brasileira na UFRGS
    Neil Hertz - professor do Departamento de Humanidades da Johns Hopkins University
    Lawrence Flores Pereira - poeta, tradutor e ensaísta gaúcho. Professor na UFSM.
    Luis Krausz - professor em Literatura Hebraica e Judaica na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP
    José Vicente Tavares - sociólogo
    Gunter Axt - doutor em História Social
    Lúcia Serrano - doutora em Letras – Literatura
    Robson Pereira - psicanalista

    Apoio:
    Academia Rio-Grandense de Letras
    Federação Israelita
    Internationales Oesterreich Zentrum - Centro Austríaco Internacional
    Instituto Latino Americano de Estudos Avançados - ILEA / UFRGS
    Instituto Ling
    Programação de Pós-Graduação em Filosofia – UFRGS

    Período: 17 e 18.11

    Dia: segunda e terça-feira ( 2 encontros )

    Horário: dia 17 às 18h30 e dia 18 às 18h30

  4. Oficina de Crônicas - Tanta Ternura

    Oficina de Crônicas - Tanta Ternura

    Sem estoque

    Em seu tradicional curso de escrita criativa, Carpinejar trabalha a despretensão, a simplicidade e a surpresa do texto breve. Aborda a história comentada do gênero, as diferenças em relação ao artigo e ao conto, a importância do exemplo pessoal na elaboração da atmosfera e a força do humor na prosa contemporânea, de João do Rio a Luis Fernando Veríssimo. Exercícios criativos explicam que, ao contrário do que se pensa da crônica, a leveza não é superficial, o assunto é o estilo e que o leitor espera mais dúvidas do que certezas do cronista.

    Fabrício Carpinejar
    Poeta, cronista, jornalista e professor, autor de trinta e três obras na literatura, entre livros de poesia, crônicas, reportagem e infantojuvenis. Atua como apresentador da TV Gazeta e TVCOM, comentarista do programa Encontro com Fátima Bernardes, da Rede Globo, e da Rádio Gaúcha, colunista do jornal Zero Hora e de blog no jornal O Globo. Ganhou vários prêmios, entre eles: o 54º Prêmio Jabuti (2012) com o livro Votupira (SM Edições) e o 51º Prêmio Jabuti (2009) com o livro Canalha!(Bertrand Brasil), da Câmara Brasileira do Livro; o Erico Verissimo (2006), pelo conjunto da obra, da Câmara Municipal de Vereadores de Porto Alegre; o Olavo Bilac (2003), da Academia Brasileira de Letras; o Cecília Meireles (2002), da União Brasileira de Escritores (UBE); quatro vezes o Açorianos de Literatura (2001, 2002, 2010 e 2012). Foi escolhido pela revista Época como uma das 27 personalidades mais influentes na internet.

    Período: de 24 a 26.01

    Dia: terça, quarta e quinta

    Horário: das 19h30 às 22h

  5. Édipo e sua família na tragédia grega

    Édipo e sua família na tragédia grega

    Sem estoque

    Édipo é uma das personagens mais conhecidas nas artes e no pensamento, desde a antiguidade até nossos dias. A relevância de Édipo e sua família é sublinhada pela importância que lhe deram os três maiores tragedistas atenienses: Ésquilo, Sófocles e Eurípides. O curso analisará cada uma das tragédias e levará a refletir sobre a origem, a natureza e a repercussão da tragédia na cultura ocidental. Merecerão destaque os conflitos entre pais e filhos, as desinteligências entre irmãos e os limites do homem.

    Donaldo Schüler
    Doutor em Letras e Livre-Docente pela UFRGS e pela PUCRS. Recebeu o título de Professor Emérito da UFRGS. Foi professor titular em língua e literatura grega da mesma universidade. Foi professor do Curso de Pós-graduação em Filosofia de PUCRS. Ministrou cursos em nível de graduação e de pós-graduação no Brasil e no exterior (Estados Unidos, Canadá, Uruguai, Chile, Argentina). Escritor de inúmeras e premiadas obras, entre ensaios e romances, é também tradutor, com destaque para o romance Finnegans Wake, de James Joyce, e a Odisséia¸de Homero.

    Período: 10, 17, 24.11 e 01.12 ( 4 encontros )

    Dia: quintas-feiras

    Horário: das 19h30 às 21h30