Artes Cênicas

  1. Valsa #6 - teste carol

    Valsa #6 - teste carol

    Valsa #6 é menos parecido com um monólogo do que uma máquina de escrever com uma de costura. Uma atriz individuada, múltipla, que cabe nela a cidade inteira. Ela é todo o décor. Ela está morta. Portanto, livre do atribulado cotidiano, da tortura da vida. Ela trafega na serenidade da morte. O seu tormento é a presença ainda da vida, em sopros. Obra máxima do maior poeta dramático brasileiro, Nelson Rodrigues, se considerados os aspectos da complexidade dramatúrgica do mergulho na alma do ser humano e na expressão polifônica de tantas vozes que somos e desconhecemos. Trata-se de uma experiência sensorial onde o público é parte integrante do espetáculo. O espectador poderá ser tocado, manipulado, terá que vestir um macacão branco, ficando coberto da cabeça aos pés - a necessária assepsia da morte. Uma jovem pianista viveu um sonho trágico. Eis a história que você vai vivenciar.

    AVISOS:

    O espectador vestirá um macacão branco (disponibilizado no local) sobre sua roupa, e uma sapatilha protetora sobre seu calçado durante todo o espetáculo. Sugerimos vestir roupa e calçado confortáveis.

    O espectador poderá ser tocado pela atriz em diversos momentos ao longo do espetáculo.

    Não haverá cadeiras. O espectador poderá ficar em pé ou sentado no chão. Para isso, o piso é almofadado.

    Não será permitido o uso de celular. Os aparelhos deverão permanecer desligados durante todo o espetáculo.

    Este espetáculo possui cenas com estroboscópio. Não recomendado para pessoas que possuem sensibilidade a luzes intermitentes, epilepsia fotossensível e problemas cardiovasculares.

     

    Ocupação total: 50 lugares

    Meia-Entrada: 20 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    Data de Início: 06/05

    Duração: 1h30

    Dias: Sábado

    Horário: 18h

    Valor: R$ 40,00

  2. Abobrinhas recheadas | 21.07 - 20h

    Abobrinhas recheadas | 21.07 - 20h

    Sem estoque

    Abobrinhas Recheadas é o primeiro espetáculo de Stand-Up Dance Comedy do RS. A edição Dance a Letra apresenta coreografias criadas a partir da mímica de letras de músicas famosas, que vão de Chico Buarque a Anitta, passando por canções como Construção, Show das Poderosas, Emoções e Faroeste Caboclo, além dos hits regionais como Amigo Punk e Porto Alegre é Demais! Produzido pela Macarenando Dance Concept, a peça explora a união da dança e do humor. “O arranjo coreográfico de elementos comuns da cultura permite explorarmos a comicidade cênica da dança, trazendo diferentes formas de questionamento do corpo, da cultura pop, da mídia, da política. Com humor, aproximamos o público da dança e fomentamos a formação de plateias na área”, afirma Gui Malgarizi, que assina a direção do espetáculo ao lado de Diego Mac.

    Ocupação total: 89 lugares

    Meia-Entrada: 35 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    Data de Início: 21/07

    Duração: 80 minutos

    Dias: Sexta-feira

    Horário: 20h

    Valor: R$ 40,00

  3. Abobrinhas recheadas | 22.07 - 19h

    Abobrinhas recheadas | 22.07 - 19h

    Sem estoque

    Abobrinhas Recheadas é o primeiro espetáculo de Stand-Up Dance Comedy do RS. A edição Dance a Letra apresenta coreografias criadas a partir da mímica de letras de músicas famosas, que vão de Chico Buarque a Anitta, passando por canções como Construção, Show das Poderosas, Emoções e Faroeste Caboclo, além dos hits regionais como Amigo Punk e Porto Alegre é Demais! Produzido pela Macarenando Dance Concept, a peça explora a união da dança e do humor. “O arranjo coreográfico de elementos comuns da cultura permite explorarmos a comicidade cênica da dança, trazendo diferentes formas de questionamento do corpo, da cultura pop, da mídia, da política. Com humor, aproximamos o público da dança e fomentamos a formação de plateias na área”, afirma Gui Malgarizi, que assina a direção do espetáculo ao lado de Diego Mac.

    Ocupação total: 89 lugares

    Meia-Entrada: 35 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    Data de Início: 22/07

    Duração: 80 minutos

    Dias: Sábado

    Horário: 19h

    Valor: R$ 40,00

  4. Abobrinhas recheadas | 28.07 - 20h

    Abobrinhas recheadas | 28.07 - 20h

    Sem estoque

    Abobrinhas Recheadas é o primeiro espetáculo de Stand-Up Dance Comedy do RS. A edição Dance a Letra apresenta coreografias criadas a partir da mímica de letras de músicas famosas, que vão de Chico Buarque a Anitta, passando por canções como Construção, Show das Poderosas, Emoções e Faroeste Caboclo, além dos hits regionais como Amigo Punk e Porto Alegre é Demais! Produzido pela Macarenando Dance Concept, a peça explora a união da dança e do humor. “O arranjo coreográfico de elementos comuns da cultura permite explorarmos a comicidade cênica da dança, trazendo diferentes formas de questionamento do corpo, da cultura pop, da mídia, da política. Com humor, aproximamos o público da dança e fomentamos a formação de plateias na área”, afirma Gui Malgarizi, que assina a direção do espetáculo ao lado de Diego Mac.

    Ocupação total: 89 lugares

    Meia-Entrada: 35 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    Data de Início: 28/07

    Duração: 80 minutos

    Dias: Sexta-feira

    Horário: 20h

    Valor: R$ 40,00

  5. Abobrinhas recheadas | 29.07 - 19h

    Abobrinhas recheadas | 29.07 - 19h

    Sem estoque

    Abobrinhas Recheadas é o primeiro espetáculo de Stand-Up Dance Comedy do RS. A edição Dance a Letra apresenta coreografias criadas a partir da mímica de letras de músicas famosas, que vão de Chico Buarque a Anitta, passando por canções como Construção, Show das Poderosas, Emoções e Faroeste Caboclo, além dos hits regionais como Amigo Punk e Porto Alegre é Demais! Produzido pela Macarenando Dance Concept, a peça explora a união da dança e do humor. “O arranjo coreográfico de elementos comuns da cultura permite explorarmos a comicidade cênica da dança, trazendo diferentes formas de questionamento do corpo, da cultura pop, da mídia, da política. Com humor, aproximamos o público da dança e fomentamos a formação de plateias na área”, afirma Gui Malgarizi, que assina a direção do espetáculo ao lado de Diego Mac.

    Ocupação total: 89 lugares

    Meia-Entrada: 35 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    Data de Início: 29/07

    Duração: 80 minutos

    Dias: Sábado

    Horário: 19h

    Valor: R$ 40,00

  6. O Pregoeiro | 03.08 - 20h

    O Pregoeiro | 03.08 - 20h

    Sem estoque

    No espetáculo “O Pregoeiro”, Marcio Libar abusa de seu carisma para contar de forma documental a busca pelo reconhecimento da mídia, da crítica especializada e do amor de seu público, o que só consegue ao entrar em contato com um palhaço, onde se reconhece. A partir de então, despe-se da imagem pop que um dia imaginou para si e transforma-se no seu palhaço Cuti-Cuti, enquanto fala sobre perdas, amor e morte. O “Pregoeiro” é um espetáculo no estilo “one man show”, que se resume no tripé ator, palco e plateia.

    Fazendo arte, Libar percorreu o mundo e os quatro cantos do Brasil. Em 1986, fundou com amigos umas das companhias teatrais mais longevas do Rio de Janeiro – Teatro de Anônimo, sediada na Fundição Progresso. Recebeu, em 2006, o Prêmio Especial do Cirque Du Soleil, em Mônaco, das mãos da princesa Stéphanie – um dos maiores orgulhos de sua carreira. No mesmo ano, venceu o Nariz de Prata do festival de Circo de Monte Carlo. No cinema, foi premiado como melhor ator no Festival Internacional de Cinema Paraty no filme “O Diabo a Quatro”, com direção de Alice de Andrade. Contabiliza ainda participações nos documentários “Eu Maior” (direção de Fernando Schultz) e “Tarja Branca” (direção de Cacau Rhoden).

    Ocupação total: 89 lugares

    Meia-Entrada: 35 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    Data de Início: 03/08

    Duração: 70 minutos

    Dias: Quinta-feira

    Horário: 20h

    Valor: R$ 40,00

  7. Quando vi minha vida não existia | 24.08.2017 - 20h

    Quando vi minha vida não existia | 24.08.2017 - 20h

    Sem estoque

    Três histórias curtas interligadas que pretendem questionar o que é real e o que é fantasia em nossos problemas. Em Alguém como você, uma mulher planeja uma vingança em seus mínimos detalhes e direciona todo o seu rancor a um marido indiferente aos seus sentimentos. Em Diagnóstico, um homem oprimido por uma culpa que não é sua, revisita a infância e abre a alma a fim de não perdê-la. Em A espera, há o encontro desses dois seres e suas angustias e questionamentos na sala de espera de um psicanalista.

    Ocupação total: 89 lugares

    Meia-Entrada: 35 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    Data de Início: 24/08

    Duração: 55 minutos

    Dias: Quinta-feira

    Horário: 20h

    Valor: R$ 40,00

  8. Quando vi minha vida não existia | 25.08.2017 - 20h

    Quando vi minha vida não existia | 25.08.2017 - 20h

    Sem estoque

    Três histórias curtas interligadas que pretendem questionar o que é real e o que é fantasia em nossos problemas. Em Alguém como você, uma mulher planeja uma vingança em seus mínimos detalhes e direciona todo o seu rancor a um marido indiferente aos seus sentimentos. Em Diagnóstico, um homem oprimido por uma culpa que não é sua, revisita a infância e abre a alma a fim de não perdê-la. Em A espera, há o encontro desses dois seres e suas angustias e questionamentos na sala de espera de um psicanalista.

    Ocupação total: 89 lugares

    Meia-Entrada: 35 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    Data de Início: 25/08

    Duração: 55 minutos

    Dias: Sexta-feira

    Horário: 20h

    Valor: R$ 40,00

  9. Quando vi minha vida não existia | 26.08.2017 - 19h

    Quando vi minha vida não existia | 26.08.2017 - 19h

    Sem estoque

    Três histórias curtas interligadas que pretendem questionar o que é real e o que é fantasia em nossos problemas. Em Alguém como você, uma mulher planeja uma vingança em seus mínimos detalhes e direciona todo o seu rancor a um marido indiferente aos seus sentimentos. Em Diagnóstico, um homem oprimido por uma culpa que não é sua, revisita a infância e abre a alma a fim de não perdê-la. Em A espera, há o encontro desses dois seres e suas angustias e questionamentos na sala de espera de um psicanalista.

    Ocupação total: 89 lugares

    Meia-Entrada: 35 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    Data de Início: 26/08

    Duração: 55 minutos

    Dias: Sábado

    Horário: 19h

    Valor: R$ 40,00

  10. Closer [o amor é suficiente?] | 01.07 - 19h

    Closer [o amor é suficiente?] | 01.07 - 19h

    Sem estoque

    Um espetáculo que busca trazer a luz as diversas nuances da forma humana de se relacionar. O que há entre dois corpos, quando o sentimento de posse se encontra com a traição? Entre o erotismo e o aconchego; o ódio e o prazer; o alívio e a ruptura, está a efemeridade do sentimento. Alice é atropelada e conhece Dan. Anna e Larry se apaixonam. Dan e Anna se encontram. Larry e Alice se vingam. Larry e Anna terminam. Dan e Alice retomam a relação. Entre términos, separações, traições, mágoas, quatro indivíduos desajustados se relacionam em uma complexa rede afetiva.

    Nessa encenação bastante intimista, os espectadores são convidados a seguir os personagens por um espaço cultural contemporâneo e participam como testemunhas de encontros potentes que evocam o erotismo, a necessidade do outro, aquecendo até o peito daquele mais cético, despertando a dor intrínseca de ser amado, e, sendo assim, de ser humano. 

    Closer, de Patrick Marber, é um dos melhores textos acerca da relação do amor e da fidelidade na contemporaneidade. Em 2004 foi adaptado para o cinema com direção de Mike Nichols. No elenco Júlia Roberts, Jude Law, Natalie Portman e Clive Owen.

    Ocupação total: 50 lugares

    Meia-Entrada: 20 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    Data de Início: 01/07

    Duração: 70 minutos

    Dias: Sábado

    Horário: 19h

    Valor: R$ 40,00