Artes Cênicas

  1. Choking | 07.12.2017 - 20h

    Choking | 07.12.2017 - 20h

    Sem estoque

    Mediado por dispositivos e interfaces digitais, foi criado a partir de questionamentos sobre as relações estabelecidas entre realidade e ficção na interação cotidiana com a internet. Apresenta um conjunto de peças coreográficas que dialogam sobre noções de violência, movimento, sincronismo e anacronismo. Simultaneamente, ocupa-se da cena explorando as particularidades geoespaciais do espaço teatral, em tempo real.

    Espetáculo de dança é resultado do projeto WEBCOREÔ/Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2014 pela Muovere Cia de Dança. Convidado, participou da Sétima Edição do projeto MODOS DE EXISTIR: Dança e(m) intermidialidades, no SESC Santo Amaro/SP, coordenado e mediado pela pesquisadora Ivani Santana.

    Fios, telas, carnes, operações, olhos, figuras, figurinos, roupa de batalha, espaços reais, virtuais, imagens, tempo objetivo do relógio, tempo dramático do espetáculo: tudo junto, misturado, no palco, no lugar dos acontecimentos. Ponto de partida. (Diego Mac).

    Parceiros: Instituto Ling, Espaço N e Casa Cultural Tony Petzhold.

    Ocupação total: 89 lugares

    Meia-Entrada: 35 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    Data de Início: 07/12

    Duração: 45 minutos

    Dias: Quinta-feira

    Hórario: 20h

    Valor: R$ 40,00

  2. Porto Verão Alegre: Como sobreviver ao fim do mundo | 27.01.2018 - 18h

    27/01
    Porto Verão Alegre: Como sobreviver ao fim do mundo | 27.01.2018 - 18h

    O que você faria se o mundo acabasse amanhã? Que histórias você contaria para si mesmo?

    O mundo vai chegar ao seu final, assim como todas as coisas na vida. A morte é um fato. Diante disso, uma mulher espera, o tempo todo, que algo emocionante aconteça. Ela decide escrever uma peça de teatro inspirada em sua própria vida e os acontecimentos são divididos com o público, ás vezes de forma narrada e outras, de forma que a atriz vivencia o que está sendo dito. Em um dado momento, já não se sabe mais se seus relatos são imaginação ou não. Sua voz se transforma em todas as vozes possíveis e impossíveis num gesto único de tentar fazer com que o fim de tarde se pareça um pouco menos com o fim do mundo. Uma peça sobre a solidão, a angústia, ansiedade, amor, finitude, e morte, de todas as coisas, inclusive do próprio universo.

    Ocupação total: 89 lugares

    Meia-Entrada: 35 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    ADQUIRA SEU INGRESSO NESTE LINK

    Data de Início: 27/01

    Duração: 50 minutos

    Dias: Sábado

    Hórario: 18h

    Valor: R$ 0,00

  3. Porto Verão Alegre: Como sobreviver ao fim do mundo | 26.01.2018 - 20h

    26/01
    Porto Verão Alegre: Como sobreviver ao fim do mundo | 26.01.2018 - 20h

    O que você faria se o mundo acabasse amanhã? Que histórias você contaria para si mesmo?

    O mundo vai chegar ao seu final, assim como todas as coisas na vida. A morte é um fato. Diante disso, uma mulher espera, o tempo todo, que algo emocionante aconteça. Ela decide escrever uma peça de teatro inspirada em sua própria vida e os acontecimentos são divididos com o público, ás vezes de forma narrada e outras, de forma que a atriz vivencia o que está sendo dito. Em um dado momento, já não se sabe mais se seus relatos são imaginação ou não. Sua voz se transforma em todas as vozes possíveis e impossíveis num gesto único de tentar fazer com que o fim de tarde se pareça um pouco menos com o fim do mundo. Uma peça sobre a solidão, a angústia, ansiedade, amor, finitude, e morte, de todas as coisas, inclusive do próprio universo.

    Ocupação total: 89 lugares

    Meia-Entrada: 35 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    ADQUIRA SEU INGRESSO NESTE LINK

    Data de Início: 26/01

    Duração: 50 minutos

    Dias: Sexta-feira

    Hórario: 20h

    Valor: R$ 0,00

  4. Porto Verão Alegre: Closer - O amor é suficiente? | 24.01.2018 - 20h

    24/01
    Porto Verão Alegre: Closer - O amor é suficiente? | 24.01.2018 - 20h

    Um espetáculo que busca trazer luz ás diversas nuances da forma humana de se relacionar. O que há entre dois corpos, quando o sentimento de posse se encontra com a traição? Entre o erotismo e o aconchego; o ódio e o prazer; o alívio e a ruptura, está a efemeridade do sentimento. Alice é atropelada e conhece Dan. Anna e Larry se apaixonam. Dan e Anna se encontram. Entre términos, separações, traições, mágoas, quatro indivíduos desajustados se relacionam em uma complexa rede afetiva. Nessa encenação bastante intimista, os espectadores são convidados a seguir os personagens por um espaço cultural contemporâneo e participam como testemunhas de encontros potentes que evocam o erotismo, a necessidade do outro, aquecendo até o peito daquele mais cético, despertando a dor intrínseca de ser amado, e, sendo assim, de ser humano.

    Closer, de Patrick Marber, é um dos melhores textos a cerca da relação do amor e da fidelidade na contemporaneidade. Em 2004 foi adaptado para o cinema com direção de Mike Nichols. No elenco Júlia Roberts, Jude Law, Natalie Portman e Clive Owen.

    Ocupação total: 50 lugares

    Meia-Entrada: 20 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    ADQUIRA SEU INGRESSO NESTE LINK

    Data de Início: 24/01

    Duração: 70 minutos

    Dias: Quarta-feira

    Hórario: 20h

    Valor: R$ 0,00

  5. Porto Verão Alegre: Closer - O amor é suficiente? | 23.01.2018 - 20h

    23/01
    Porto Verão Alegre: Closer - O amor é suficiente? | 23.01.2018 - 20h

    Um espetáculo que busca trazer luz ás diversas nuances da forma humana de se relacionar. O que há entre dois corpos, quando o sentimento de posse se encontra com a traição? Entre o erotismo e o aconchego; o ódio e o prazer; o alívio e a ruptura, está a efemeridade do sentimento. Alice é atropelada e conhece Dan. Anna e Larry se apaixonam. Dan e Anna se encontram. Entre términos, separações, traições, mágoas, quatro indivíduos desajustados se relacionam em uma complexa rede afetiva. Nessa encenação bastante intimista, os espectadores são convidados a seguir os personagens por um espaço cultural contemporâneo e participam como testemunhas de encontros potentes que evocam o erotismo, a necessidade do outro, aquecendo até o peito daquele mais cético, despertando a dor intrínseca de ser amado, e, sendo assim, de ser humano.

    Closer, de Patrick Marber, é um dos melhores textos a cerca da relação do amor e da fidelidade na contemporaneidade. Em 2004 foi adaptado para o cinema com direção de Mike Nichols. No elenco Júlia Roberts, Jude Law, Natalie Portman e Clive Owen.

    Ocupação total: 50 lugares

    Meia-Entrada: 20 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    ADQUIRA SEU INGRESSO NESTE LINK

    Data de Início: 23/01

    Duração: 70 minutos

    Dias: Terça-feira

    Hórario: 20h

    Valor: R$ 0,00

  6. Porto Verão Alegre: Atordoado | 17.01.2018 - 20h

    17/01
    Porto Verão Alegre: Atordoado | 17.01.2018 - 20h

    Atordoado, uma comédia escrita e interpretada por Juliano Passini, conta a história de um jovem ator prestes a estrelar seu primeiro protagonista, dentro de seu camarim ele vive e revive de forma bem humorada situações que todos irão se identificar. 

    Ocupação total: 89 lugares

    Meia-Entrada: 35 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    ADQUIRA SEU INGRESSO NESTE LINK

    Data de Início: 17/01

    Duração: 60 minutos

    Dias: Quarta-feira

    Hórario: 20h

    Valor: R$ 0,00

  7. Porto Verão Alegre: Atordoado | 16.01.2018 - 20h

    16/01
    Porto Verão Alegre: Atordoado | 16.01.2018 - 20h

    Atordoado, uma comédia escrita e interpretada por Juliano Passini, conta a história de um jovem ator prestes a estrelar seu primeiro protagonista, dentro de seu camarim ele vive e revive de forma bem humorada situações que todos irão se identificar. 

    Ocupação total: 89 lugares

    Meia-Entrada: 35 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    ADQUIRA SEU INGRESSO NESTE LINK

    Data de Início: 16/01

    Duração: 60 minutos

    Dias: Terça-feira

    Hórario: 20h

    Valor: R$ 0,00

  8. Porto Verão Alegre: Projeto Lilith - Pixações em corpos histéricos | 13.01.2018 - 18h

    13/01
    Porto Verão Alegre: Projeto Lilith - Pixações em corpos histéricos | 13.01.2018 - 18h

    O Projeto Lilith: Pixações em Corpos Histéricos é uma criação teatral, movida por questões que afligem um universo de opressões íntimas e sociais do feminino. As cenas se inventam a partir de uma investigação acerca da invisibilidade e naturalização de violências contra as mulheres. Reestruturando performances em ocupação de espaços públicos, investigadas anteriormente, agora para um espaço alternativo. Dando continuidade em experimentações de processos anteriores, o Coletivo Quântico dá voz às atrizes, usando-se de mitos da culpabilização da mulher, como Lilith e Pandora.

    Ocupação total: 89 lugares

    Meia-Entrada: 35 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    ADQUIRA SEU INGRESSO NESTE LINK

    Data de Início: 13/01

    Duração: 60 minutos

    Dias: Sábado

    Hórario: 18h

    Valor: R$ 0,00

  9. Porto Verão Alegre: Projeto Lilith - Pixações em corpos histéricos | 12.01.2018 - 20h

    12/01
    Porto Verão Alegre: Projeto Lilith - Pixações em corpos histéricos | 12.01.2018 - 20h

    O Projeto Lilith: Pixações em Corpos Histéricos é uma criação teatral, movida por questões que afligem um universo de opressões íntimas e sociais do feminino. As cenas se inventam a partir de uma investigação acerca da invisibilidade e naturalização de violências contra as mulheres. Reestruturando performances em ocupação de espaços públicos, investigadas anteriormente, agora para um espaço alternativo. Dando continuidade em experimentações de processos anteriores, o Coletivo Quântico dá voz às atrizes, usando-se de mitos da culpabilização da mulher, como Lilith e Pandora.

    Ocupação total: 89 lugares

    Meia-Entrada: 35 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    ADQUIRA SEU INGRESSO NESTE LINK

    Data de Início: 12/01

    Duração: 60 minutos

    Dias: Sexta-feira

    Hórario: 20h

    Valor: R$ 0,00

  10. Porto Verão Alegre: Cuco - A linguagem dos bebês no teatro | 11.01.2018 - 17h e 19h

    11/01
    Porto Verão Alegre: Cuco - A linguagem dos bebês no teatro | 11.01.2018 - 17h e 19h

    Motivado por aquela que parece ser uma das primeiras experiências lúdicas e estéticas dos bebês - o jogo entre "o esconder e o revelar", o espetáculo propõe um universo em que a surpresa do começo, da chegada, da primeira vez, cria, por meio da manipulação de objetos, uma atmosfera espetacular na qual as fronteiras do tempo, das formas e dos sentidos se intercambiam entre o real e o imaginável. A peça foi a grande vencedora do Prêmio Tibicuera de 2015: melhor espetáculo infantil, melhor direção, melhor cenografia e melhor produção.

    Ocupação total: 150 lugares

    O DIA 11.01.2017 OFERECE DUAS SESSÕES, ÀS 17H E ÀS 19H.

    ADQUIRA SEU INGRESSO NESTE LINK

    Data de Início: 11/01

    Duração: 45 minutos

    Dias: Quinta-feira

    Hórario: 17h e 19h

    Valor: R$ 0,00

  11. Porto Verão Alegre: Cuco - A linguagem dos bebês no teatro | 10.01.2018 - 17h e 19h

    10/01
    Porto Verão Alegre: Cuco - A linguagem dos bebês no teatro | 10.01.2018 - 17h e 19h

    Motivado por aquela que parece ser uma das primeiras experiências lúdicas e estéticas dos bebês - o jogo entre "o esconder e o revelar", o espetáculo propõe um universo em que a surpresa do começo, da chegada, da primeira vez, cria, por meio da manipulação de objetos, uma atmosfera espetacular na qual as fronteiras do tempo, das formas e dos sentidos se intercambiam entre o real e o imaginável. A peça foi a grande vencedora do Prêmio Tibicuera de 2015: melhor espetáculo infantil, melhor direção, melhor cenografia e melhor produção.

    Ocupação total: 150 lugares

    O DIA 10.01.2017 OFERECE DUAS SESSÕES, ÀS 17H E ÀS 19H.

    ADQUIRA SEU INGRESSO NESTE LINK

    Data de Início: 10/01

    Duração: 45 minutos

    Dias: Quinta-feira

    Hórario: 17h e 19h

    Valor: R$ 0,00

  12. Porto Verão Alegre: Cuco - A linguagem dos bebês no teatro | 09.01.2018 - 17h e 19h

    09/01
    Porto Verão Alegre: Cuco - A linguagem dos bebês no teatro | 09.01.2018 - 17h e 19h

    Motivado por aquela que parece ser uma das primeiras experiências lúdicas e estéticas dos bebês - o jogo entre "o esconder e o revelar", o espetáculo propõe um universo em que a surpresa do começo, da chegada, da primeira vez, cria, por meio da manipulação de objetos, uma atmosfera espetacular na qual as fronteiras do tempo, das formas e dos sentidos se intercambiam entre o real e o imaginável. A peça foi a grande vencedora do Prêmio Tibicuera de 2015: melhor espetáculo infantil, melhor direção, melhor cenografia e melhor produção.

    Ocupação total: 150 lugares

    O DIA 09.01.2017 OFERECE DUAS SESSÕES, ÀS 17H E ÀS 19H.

    ADQUIRA SEU INGRESSO NESTE LINK

    Data de Início: 09/01

    Duração: 45 minutos

    Dias: Terça-feira

    Hórario: 17h e 19h

    Valor: R$ 0,00

  13. Choking | 08.12.2017 - 20h

    Choking | 08.12.2017 - 20h

    Sem estoque

    Mediado por dispositivos e interfaces digitais, foi criado a partir de questionamentos sobre as relações estabelecidas entre realidade e ficção na interação cotidiana com a internet. Apresenta um conjunto de peças coreográficas que dialogam sobre noções de violência, movimento, sincronismo e anacronismo. Simultaneamente, ocupa-se da cena explorando as particularidades geoespaciais do espaço teatral, em tempo real.

    Espetáculo de dança é resultado do projeto WEBCOREÔ/Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2014 pela Muovere Cia de Dança. Convidado, participou da Sétima Edição do projeto MODOS DE EXISTIR: Dança e(m) intermidialidades, no SESC Santo Amaro/SP, coordenado e mediado pela pesquisadora Ivani Santana.

    Fios, telas, carnes, operações, olhos, figuras, figurinos, roupa de batalha, espaços reais, virtuais, imagens, tempo objetivo do relógio, tempo dramático do espetáculo: tudo junto, misturado, no palco, no lugar dos acontecimentos. Ponto de partida. (Diego Mac).

    Parceiros: Instituto Ling, Espaço N e Casa Cultural Tony Petzhold.

    Ocupação total: 89 lugares

    Meia-Entrada: 35 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    Data de Início: 08/12

    Duração: 45 minutos

    Dias: Sexta-feira

    Hórario: 20h

    Valor: R$ 40,00

  14. Choking | 09.12.2017 - 19h

    Choking | 09.12.2017 - 19h

    Sem estoque

    Mediado por dispositivos e interfaces digitais, foi criado a partir de questionamentos sobre as relações estabelecidas entre realidade e ficção na interação cotidiana com a internet. Apresenta um conjunto de peças coreográficas que dialogam sobre noções de violência, movimento, sincronismo e anacronismo. Simultaneamente, ocupa-se da cena explorando as particularidades geoespaciais do espaço teatral, em tempo real.

    Espetáculo de dança é resultado do projeto WEBCOREÔ/Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2014 pela Muovere Cia de Dança. Convidado, participou da Sétima Edição do projeto MODOS DE EXISTIR: Dança e(m) intermidialidades, no SESC Santo Amaro/SP, coordenado e mediado pela pesquisadora Ivani Santana.

    Fios, telas, carnes, operações, olhos, figuras, figurinos, roupa de batalha, espaços reais, virtuais, imagens, tempo objetivo do relógio, tempo dramático do espetáculo: tudo junto, misturado, no palco, no lugar dos acontecimentos. Ponto de partida. (Diego Mac).

    Parceiros: Instituto Ling, Espaço N e Casa Cultural Tony Petzhold.

    Ocupação total: 89 lugares

    Meia-Entrada: 35 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    Data de Início: 09/12

    Duração: 45 minutos

    Dias: Sábado

    Hórario: 19h

    Valor: R$ 40,00

  15. Choking

    Choking

    Espetáculo de dança atravessado por interfaces digitais e criado a partir de questionamentos sobre as relações estabelecidas entre realidade e ficção na interação cotidiana com a internet. Choking apresenta um conjunto de peças coreográficas que dialogam sobre noções de violência, movimento, sincronismo e anacronismo, perpassando o referencial imagético e sensível criado pela Cia Muovere ao longo de seus 27 anos.

    Choking é resultado do Projeto WebCoreografia, financiado pelo Prêmio Klauss Vianna de Dança 2014 (FUNARTE/MINC).

    O espetáculo tem entrada franca e as senhas começam a ser distribuídas 30 minutos antes da apresentação, até a lotação do auditório (82 lugares).

    Foto: Cristina Lima

    Data de Início: 18/11

    Duração: 40 minutos

    Dias: Sexta-feira

    Hórario: 20h

    Valor: R$ 0,00

  16. Choking

    Choking

    Espetáculo de dança atravessado por interfaces digitais e criado a partir de questionamentos sobre as relações estabelecidas entre realidade e ficção na interação cotidiana com a internet. Choking apresenta um conjunto de peças coreográficas que dialogam sobre noções de violência, movimento, sincronismo e anacronismo, perpassando o referencial imagético e sensível criado pela Cia Muovere ao longo de seus 27 anos. Choking é resultado do Projeto WebCoreografia, financiado pelo Prêmio Klauss Vianna de Dança 2014 (FUNARTE/MINC).

    Ocupação total: 89 lugares

    Meia-Entrada: 35 lugares

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    A meia-entrada é válida para estudantes, idosos e classe artística, mediante apresentação dos respectivos documentos comprobatórios.

    Data de Início: 09/12

    Duração: 40 minutos

    Dias: Sexta-feira

    Hórario: 20h

    Valor: R$ 40,00

  17. Oficina de Dança Diversos Corpos Dançantes

    Oficina de Dança Diversos Corpos Dançantes

    Diversos Corpos Dançantes é um projeto de extensão do Curso de Licenciatura em Dança da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (ESEFID – UFRGS), criado e coordenado pela professora Carla Vendramin. Proporciona vivência em dança através de atividades de improvisação para grupo misto de pessoas com e sem deficiências. O presente projeto busca continuar rompendo e desmitificando as barreiras do corpo e da dança, oferecendo esta vivência para um número maior de pessoas nas dependências do Instituto Ling.

    A oficina é gratuita e as vagas são limitadas. As incrições devem ser feitas pelo e-mail diversosdancantes@gmail.com.

    Data de Início: 03/12

    Duração: 180min

    Dias: Sábado

    Hórario: 14h

    Valor: R$ 0,00

  18. Oficina de Dança com Diversos Corpos Dançantes

    Oficina de Dança com Diversos Corpos Dançantes

    Diversos Corpos Dançantes é um projeto de extensão do Curso de Licenciatura em Dança da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (ESEFID – UFRGS), criado e coordenado pela professora Carla Vendramin. Proporciona vivência em dança através de atividades de improvisação para grupo misto de pessoas com e sem deficiências. O presente projeto busca continuar rompendo e desmitificando as barreiras do corpo e da dança, oferecendo esta vivência para um número maior de pessoas nas dependências do Instituto Ling.

    A oficina é gratuita e as vagas são limitadas. As incrições devem ser feitas pelo e-mail diversosdancantes@gmail.com.

    Data de Início: 26/11

    Duração: 120min

    Dias: Sábado

    Hórario: 10h30

    Valor: R$ 0,00

  19. Choking

    Choking

    Espetáculo de dança atravessado por interfaces digitais e criado a partir de questionamentos sobre as relações estabelecidas entre realidade e ficção na interação cotidiana com a internet. Choking apresenta um conjunto de peças coreográficas que dialogam sobre noções de violência, movimento, sincronismo e anacronismo, perpassando o referencial imagético e sensível criado pela Cia Muovere ao longo de seus 27 anos.

    Choking é resultado do Projeto WebCoreografia, financiado pelo Prêmio Klauss Vianna de Dança 2014 (FUNARTE/MINC).

    O espetáculo tem entrada franca e as senhas começam a ser distribuídas 30 minutos antes da apresentação, até a lotação do auditório (80 lugares).

    Foto: Cristina Lima

    Data de Início: 20/11

    Duração: 40 minutos

    Dias: Domingo

    Hórario: 19h

    Valor: R$ 0,00

  20. Choking

    Choking

    Espetáculo de dança atravessado por interfaces digitais e criado a partir de questionamentos sobre as relações estabelecidas entre realidade e ficção na interação cotidiana com a internet. Choking apresenta um conjunto de peças coreográficas que dialogam sobre noções de violência, movimento, sincronismo e anacronismo, perpassando o referencial imagético e sensível criado pela Cia Muovere ao longo de seus 27 anos.

    Choking é resultado do Projeto WebCoreografia, financiado pelo Prêmio Klauss Vianna de Dança 2014 (FUNARTE/MINC).

    O espetáculo tem entrada franca e as senhas começam a ser distribuídas 30 minutos antes da apresentação, até a lotação do auditório (80 lugares).

    Foto: Cristina Lima

    Data de Início: 20/11

    Duração: 40 minutos

    Dias: Domingo

    Hórario: 17h

    Valor: R$ 0,00

  21. Choking

    Choking

    Espetáculo de dança atravessado por interfaces digitais e criado a partir de questionamentos sobre as relações estabelecidas entre realidade e ficção na interação cotidiana com a internet. Choking apresenta um conjunto de peças coreográficas que dialogam sobre noções de violência, movimento, sincronismo e anacronismo, perpassando o referencial imagético e sensível criado pela Cia Muovere ao longo de seus 27 anos.

    Choking é resultado do Projeto WebCoreografia, financiado pelo Prêmio Klauss Vianna de Dança 2014 (FUNARTE/MINC).

    O espetáculo tem entrada franca e as senhas começam a ser distribuídas 30 minutos antes da apresentação, até a lotação do auditório (82 lugares).

    Foto: Cristina Lima

    Data de Início: 19/11

    Duração: 40 minutos

    Dias: Sábado

    Hórario: 19h

    Valor: R$ 0,00

  22. Choking

    Choking

    Espetáculo de dança atravessado por interfaces digitais e criado a partir de questionamentos sobre as relações estabelecidas entre realidade e ficção na interação cotidiana com a internet. Choking apresenta um conjunto de peças coreográficas que dialogam sobre noções de violência, movimento, sincronismo e anacronismo, perpassando o referencial imagético e sensível criado pela Cia Muovere ao longo de seus 27 anos.

    Choking é resultado do Projeto WebCoreografia, financiado pelo Prêmio Klauss Vianna de Dança 2014 (FUNARTE/MINC).

    O espetáculo tem entrada franca e as senhas começam a ser distribuídas 30 minutos antes da apresentação, até a lotação do auditório (82 lugares).

    Foto: Cristina Lima

    Data de Início: 19/11

    Duração: 40 minutos

    Dias: Sábado

    Hórario: 17h

    Valor: R$ 0,00

  23. Espetáculo de Dança Butoh - Caminhos Pelos Quais

    Espetáculo de Dança Butoh - Caminhos Pelos Quais

    O espetáculo é fruto das descobertas e dos aprendizados da professora e bailarina Ana Medeiros com Yoshito Ohno no caminho do Butoh. E o que é o Butoh? É dançar a interioridade da alma. E o que é a alma? É o invisível que não tocamos, mas que nos faz sentir a vida profundamente. Ana traz consigo o Corpo que encontrou no Japão e que é resultado de todos os Caminhos Pelos Quais trilhou.

    Corpo que desaparece e dá voz ao silêncio Trilha caminhos por dentro e ao redor Corpo que descobre a semente da flor acalanta a dor Corpo que desaparece na escuridão e renasce Corpo que descobre o primeiro dia dentro e fora de si.

     

    Ficha técnica: Concepção coreográfica: Yoshito Ohno e Ana Medeiros Assistente de coreografia: Mina Mizohata Bailarino convidado: Hiroshi Nishiyama Bailarina: Ana Medeiros Percussão: Duda Cunha Figurinos: Kazuo Ohno Dance Studio e Vanessa Berg  Produtora: Cristiane Löff

     

    Ocupação total: 89 lugares Meia-Entrada: 35 lugares Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

     

    Workshop de Princípios da dança ButohAtividade cancelada. Mais informações pelo e-mail: educativo@institutoling.org.br

    Data de Início: 12/08

    Duração: 60 minutos

    Dias: Sexta-feira

    Hórario: 20h

    Valor: R$ 30,00

  24. Espetáculo de Dança Butoh - Caminhos Pelos Quais

    Espetáculo de Dança Butoh - Caminhos Pelos Quais

    O espetáculo é fruto das descobertas e dos aprendizados da professora e bailarina Ana Medeiros com Yoshito Ohno no caminho do Butoh. E o que é o Butoh? É dançar a interioridade da alma. E o que é a alma? É o invisível que não tocamos, mas que nos faz sentir a vida profundamente. Ana traz consigo o Corpo que encontrou no Japão e que é resultado de todos os Caminhos Pelos Quais trilhou.

    Corpo que desaparece e dá voz ao silêncio Trilha caminhos por dentro e ao redor Corpo que descobre a semente da flor acalanta a dor Corpo que desaparece na escuridão e renasce Corpo que descobre o primeiro dia dentro e fora de si.

     

    Ficha técnica: Concepção coreográfica: Yoshito Ohno e Ana Medeiros Assistente de coreografia: Mina Mizohata Bailarino convidado: Hiroshi Nishiyama Bailarina: Ana Medeiros Percussão: Duda Cunha Figurinos: Kazuo Ohno Dance Studio e Vanessa Berg  Produtora: Cristiane Löff

     

    Ocupação total: 89 lugares Meia-Entrada: 35 lugares Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013 Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

     

    Workshop de Princípios da dança ButohAtividade cancelada. Mais informações pelo e-mail: educativo@institutoling.org.br

    Data de Início: 11/08

    Duração: 60 minutos

    Dias: Quinta-feira

    Hórario: 20h

    Valor: R$ 30,00

  25. HABITANTES D ´ELA (19h)

    28/05
    HABITANTES D ´ELA (19h)

    Assombrada pela ideia de que um implante teria sido feito em seu corpo para monitorá-la, uma mulher se investiga. Desdobrada em outras vozes suas, esta mulher deriva. A peça explora as diversas possibilidades que esse 'mote' oferece em termos dramatúrgicos, num texto em que se bifurcam e enredam múltiplos destinos para essa aparente paranoia. A proposta da diretora e atriz Renata de Lélis e da dramaturga Maria Luíza Sá e Madureira é colocar em questão essa suposta posição paranoica, ampliando suas interpretações possíveis no contexto do mundo contemporâneo. O espetáculo se vale das linguagens do teatro e da dança, além de contar com a tecnologia de video mapping, um recurso de projeção de vídeo que leva a cena e os expectadores desde a realidade presente da sala de apresentação até o mergulho nos mundos internos da personagem. A peça tem financiamento da Funarte, Prêmio Myriam Muniz de Montagem Cênica 2014.

    Co-realização: Coletivo Habitantes e Instituto Ling

    Ocupação total: 89 lugares 

    Meia-Entrada: 35 lugares 

    Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013 

    Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

    Data de Início: 28/05

    Duração: 60min

    Dias: 28/05/2016

    Hórario: 19h

    Valor: R$ 20,00