Mais Imagens

Choking | 09.12.2017 - 19h

Disponível:Sem estoque

GÊNERO:Dança
DURAÇÃO:45 minutos
DIRETOR/ARTISTA:Direção geral e coreográfica: Jussara Miranda; Direção Artística: Diego Mac
SINOPSE:

Mediado por dispositivos e interfaces digitais, foi criado a partir de questionamentos sobre as relações estabelecidas entre realidade e ficção na interação cotidiana com a internet. Apresenta um conjunto de peças coreográficas que dialogam sobre noções de violência, movimento, sincronismo e anacronismo. Simultaneamente, ocupa-se da cena explorando as particularidades geoespaciais do espaço teatral, em tempo real.

Espetáculo de dança é resultado do projeto WEBCOREÔ/Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2014 pela Muovere Cia de Dança. Convidado, participou da Sétima Edição do projeto MODOS DE EXISTIR: Dança e(m) intermidialidades, no SESC Santo Amaro/SP, coordenado e mediado pela pesquisadora Ivani Santana.

Fios, telas, carnes, operações, olhos, figuras, figurinos, roupa de batalha, espaços reais, virtuais, imagens, tempo objetivo do relógio, tempo dramático do espetáculo: tudo junto, misturado, no palco, no lugar dos acontecimentos. Ponto de partida. (Diego Mac).

Parceiros: Instituto Ling, Espaço N e Casa Cultural Tony Petzhold.

Ocupação total: 89 lugares

Meia-Entrada: 35 lugares

Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

HORÁRIO:19:00
ELENCO/CONVIDADOS:Bailarinos: Angela Spiazzi; Letícia Paranhos e Joana Nascimento; Trilha Sonora: Diego Mac e Jussara Miranda; Iluminação e Videografia: Ricardo Vivian; Figurinos: Antonio Rabadan; Projeto maquiagem: Nilton Gaffree Jr.; Identidade Visual e Projeto gráfico:
CLASSIFICAÇÃO:14 anos
SESSÃO COMENTADA/MEDIAÇÃO:Não

Detalhes

Mediado por dispositivos e interfaces digitais, foi criado a partir de questionamentos sobre as relações estabelecidas entre realidade e ficção na interação cotidiana com a internet. Apresenta um conjunto de peças coreográficas que dialogam sobre noções de violência, movimento, sincronismo e anacronismo. Simultaneamente, ocupa-se da cena explorando as particularidades geoespaciais do espaço teatral, em tempo real.

Espetáculo de dança é resultado do projeto WEBCOREÔ/Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2014 pela Muovere Cia de Dança. Convidado, participou da Sétima Edição do projeto MODOS DE EXISTIR: Dança e(m) intermidialidades, no SESC Santo Amaro/SP, coordenado e mediado pela pesquisadora Ivani Santana.

Fios, telas, carnes, operações, olhos, figuras, figurinos, roupa de batalha, espaços reais, virtuais, imagens, tempo objetivo do relógio, tempo dramático do espetáculo: tudo junto, misturado, no palco, no lugar dos acontecimentos. Ponto de partida. (Diego Mac).

Parceiros: Instituto Ling, Espaço N e Casa Cultural Tony Petzhold.

Ocupação total: 89 lugares

Meia-Entrada: 35 lugares

Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015