Mais Imagens

Fabio Luz | 07.10.2017 - 17h

Disponível:Sem estoque

GÊNERO:Música erudita
DURAÇÃO:60 minutos
DIRETOR/ARTISTA:
SINOPSE:

O piano é a grande atração deste recital que abre a programação do mês de aniversário do Instituto Ling. Considerado pela crítica internacional como um dos melhores intérpretes da sua geração, membro do júri de importantes concursos internacionais, Fabio Luz atuou sob a regência de Ligia Amadio, Guilherme Bernstein, João Maurício Galindo, além de Baciu, Conta, Oschanitzky, Celibidache, e muitos outros maestros em recitais e concertos em diversos países. Desde o Primeiro Prêmio do Concurso Nacional da Bahia em 1977, seguido do Prix International Debussy na França em 1978, grande parte de sua atividade tem sido dedicada à divulgação de obras de autores contemporâneos, muitas das quais são escritas para ele. De 2003 a 2011 suas master classes tiveram lugar no Castello di Cortanze (Italia). A partir de agosto de 2013 seu curso de aperfeiçoamento e excelência pianística tem lugar no âmbito do Festival del Golfo de San Marco di Castellabate (Salerno). Coordenador a partir de 2006 do departamento de piano da Escola Superior “Città della Musica e del Teatro” em Penne (Pescara) é desde 2010 presidente da Fundação Franz Liszt, com sede na França. Neste recital, Fábio interpreta Chopin e Scriabin, além do Bolero de Ravel, numa transcrição para piano a 6 mãos escrita pelo próprio Fábio e que terá as participações especiais de Andrei Liquer e Henrique Roberto Simões.

Ocupação total: 89 lugares

Meia-Entrada: 35 lugares

Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

HORÁRIO:17:00
ELENCO/CONVIDADOS:Fabio Luz, Andrei Liquer e Henrique Roberto Simões
CLASSIFICAÇÃO:Livre
SESSÃO COMENTADA/MEDIAÇÃO:Não

Detalhes

O piano é a grande atração deste recital que abre a programação do mês de aniversário do Instituto Ling. Considerado pela crítica internacional como um dos melhores intérpretes da sua geração, membro do júri de importantes concursos internacionais, Fabio Luz atuou sob a regência de Ligia Amadio, Guilherme Bernstein, João Maurício Galindo, além de Baciu, Conta, Oschanitzky, Celibidache, e muitos outros maestros em recitais e concertos em diversos países. Desde o Primeiro Prêmio do Concurso Nacional da Bahia em 1977, seguido do Prix International Debussy na França em 1978, grande parte de sua atividade tem sido dedicada à divulgação de obras de autores contemporâneos, muitas das quais são escritas para ele. De 2003 a 2011 suas master classes tiveram lugar no Castello di Cortanze (Italia). A partir de agosto de 2013 seu curso de aperfeiçoamento e excelência pianística tem lugar no âmbito do Festival del Golfo de San Marco di Castellabate (Salerno). Coordenador a partir de 2006 do departamento de piano da Escola Superior “Città della Musica e del Teatro” em Penne (Pescara) é desde 2010 presidente da Fundação Franz Liszt, com sede na França. Neste recital, Fábio interpreta Chopin e Scriabin, além do Bolero de Ravel, numa transcrição para piano a 6 mãos escrita pelo próprio Fábio e que terá as participações especiais de Andrei Liquer e Henrique Roberto Simões.

Ocupação total: 89 lugares Meia-Entrada: 35 lugares Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013 Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015