Mais Imagens

In Crescendo | 28.10.2017 - 19h INGRESSOS ESGOTADOS

GÊNERO:Música erudita
DURAÇÃO:60 minutos
DIRETOR/ARTISTA:
SINOPSE:

Surgido no ano de 2005, In Crescendo é considerado uma das agrupações de música de câmara mais importantes da Argentina. O quarteto de violões já realizou concertos com nomes como Lang Lang e tem um histórico concerto na sala principal do Teatro Colón, sendo o único grupo de violões que tive essa distinção em mais de cem anos de história do teatro. Premiado em todos os concursos de Música de Câmara da Argentina e também merecidamente reconhecidos no âmbito internacional, receberam o importante prêmio Manuel M. Ponce, no México.

A atividade de concertos do quarteto tem abarcado grande parte da geografía argentina, com destaque para sua participação no prestigioso ciclo Conciertos del Mediodía no Teatro Gran Rex. Em 2013, interpretaram o Concerto Andaluz, de Joaquín Rodrigo, junto a Orquestra Sinfônica Nacional, sob a batuta do Maestro Pedro I. Calderón. In Crescendo utiliza violões multicordas (6, 7, 8 e 10 cordas), especialmente desenhados pelo laureado luthier Fernando Mazza. Esses instrumentos tão especiais proporcionam um amplo espectro sonoro e tímbrico, transformando o som deste grupo em algo único. O quarteto é formado por Juan Pablo Bujía, Pablo D’Negri, Ezequiel Marín e Andrés Novío.

Ocupação total: 89 lugares

Meia-Entrada: 35 lugares

Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015

HORÁRIO:19:00
ELENCO/CONVIDADOS:Juan Pablo Bujía, Pablo D’Negri, Ezequiel Marín e Andrés Novío
CLASSIFICAÇÃO:Livre
SESSÃO COMENTADA/MEDIAÇÃO:

Detalhes

Surgido no ano de 2005, In Crescendo é considerado uma das agrupações de música de câmara mais importantes da Argentina. O quarteto de violões já realizou concertos com nomes como Lang Lang e tem um histórico concerto na sala principal do Teatro Colón, sendo o único grupo de violões que tive essa distinção em mais de cem anos de história do teatro. Premiado em todos os concursos de Música de Câmara da Argentina e também merecidamente reconhecidos no âmbito internacional, receberam o importante prêmio Manuel M. Ponce, no México.

A atividade de concertos do quarteto tem abarcado grande parte da geografía argentina, com destaque para sua participação no prestigioso ciclo Conciertos del Mediodía no Teatro Gran Rex. Em 2013, interpretaram o Concerto Andaluz, de Joaquín Rodrigo, junto a Orquestra Sinfônica Nacional, sob a batuta do Maestro Pedro I. Calderón. In Crescendo utiliza violões multicordas (6, 7, 8 e 10 cordas), especialmente desenhados pelo laureado luthier Fernando Mazza. Esses instrumentos tão especiais proporcionam um amplo espectro sonoro e tímbrico, transformando o som deste grupo em algo único. O quarteto é formado por Juan Pablo Bujía, Pablo D’Negri, Ezequiel Marín e Andrés Novío.

Ocupação total: 89 lugares

Meia-Entrada: 35 lugares

Lei Federal nº 12.933, de 26/12/2013

Decreto Federal nº 8.537, de 05/10/2015