Mais Imagens

Como ler poesia

Pedro Gonzaga
Pedro Gonzaga é músico e tradutor, com mais de vinte obras vertidas ao português. É também professor de Literatura Brasileira no grupo Unificado. Sua formação inclui graduação em Publicidade, mestrado em Literatura Brasileira e doutorado em Literatura. Escritor e poeta, tem quatro livros publicados e um traduzido para o francês. Palestrante de longa data, ministra ainda, há mais de dez anos, oficinas de escrita criativa. Atualmente, é colunista do jornal Zero Hora.
Informações do Curso

Details:

O curso possibilita aos participantes a familiarização com os elementos e processos mais comuns da poesia, desde os versos clássicos até aqueles de nossos tempos.


Vamos analisar os elementos que compõem o gênero literário e as qualidades para a boa poesia. O professor Pedro Gonzaga, também escritor e poeta, mistura teoria e a leitura de poemas magistrais, de nomes como Drummond, Bandeira, Kavafis, Szymborska, Camões, Petrarca, Bilac, Álvaro de Campos, Tzvetaieva, Leopardi, Jaime Gil de Biedma, Catulo, Yehuda Amichai, Cecília Meireles, entre outros.


Uma imersão através do universo poético, descobrindo as camadas que fazem da poesia um gênero basilar na história da arte.

Período: dias 23 e 30 de outubro de 2018

Dia: terças-feiras

Horário: das 19h30 às 21h30

investimento:
R$ 180,00

Encontros

23.10.2018

 

Onde tudo começa e termina: a experiência lírica

a) O épico e o lírico

b) a experiência lírica / a expressão lírica

c) A consagração da matéria no lugar da utilidade - o poético

d) O compromisso com estar no mundo e) O desvio da prosa

30.10.2018

 

Som e silêncio (preto e branco)

O uso do espaço da página como arquitetura sonora

 

Tudo o que soa — Recursos sonoros e rítmicos

a) clareza e obscuridade sonora

b) suavidade ou aspereza sonora

c) extensão silábica - o ritmo

 

A questão da voz

a) moderno e arcaico (escolha temporal)

b) erudito e popular (escolha social)

c) urbano e rural (escolha geográfica)

d) linguagem fechada e aberta (nível de compreensão)

e) Interlocução do poema (indefinida/definida/ambígua)

f) Nível do registro vocabular (alto/médio/médio mesclado/baixo)

g) Visibilidade (superfície do texto) e opacidade (mergulho no texto)