Pintura e Desenho

Mais Imagens

Details:

De 25 de fevereiro a 07 de junho, o Instituto Ling apresenta a exposição Pintura e Desenho, de Karin Lambrecht, uma das mais representativas artistas do Rio Grande do Sul. A mostra traz três grandes obras – duas pinturas e uma instalação, composta por desenhos e materiais variados.
Trabalhando no campo expandido da pintura e da escultura, Karin Lambrecht usa sucatas e objetos variados, além de pigmentos de cores vibrantes produzidos pela própria artista e materiais orgânicos, como sangue animal, carvão, água da chuva e terra. Elementos recorrentes em sua obra como as cruzes, o corpo humano e palavras enigmáticas escritas à mão ou carimbadas, emergem das camadas de tinta e sugerem temas como doença, morte e cura.
A instalação “Eu sou tu” – uma tenda de voal na qual é possível deitar-se – é inspirada no capítulo Neve, do romance A Montanha Mágica, de Thomas Mann, e representa um lugar de cura.
Já as pinturas Encontro e Schattenwelt (mundo das sombras), em acrílico sobre tela, apresentam grandes campos de cor e trazem a cruz como elemento principal, tratando de seu anseio por retomar a dignidade espiritual e simbólica da arte, o retorno ao mundo natural, à religiosidade e à transcendência.
Nos desenhos apresentados, como os da série Perdão, Karin incorpora pedaços de tijolos de barro tradicionais, feitos de argila. Elemento comum em sua pintura, a artista emprega este material pela primeira vez em seus desenhos.
Com texto de Glória Ferreira e museografia de Ceres Storchi, a exposição tem patrocínio da Fitesa e financiamento do Governo RS / Sistema Pró-Cultura / Lei de Incentivo à Cultura.


AÇÃO EDUCATIVA - Para agendar oficinas e/ou visitas guiadas: educativo@institutoling.org.br ou 35335700  Legenda - Encontro, 2013/14/ Pigmentos em meio acrílico sobre lona/ 180 x 350 cm/ Foto: Fábio Del Re

Data: 25/02 a 07/06/2015

Local: Galeria do Instituto Ling

Horário: Segunda a Sexta das 10h30 às 22h; Sábado 10h30 às 21h e Domingo (e feriados) 10h30 às 20h

Karin Lambrecht

Karin Lambrecht nasceu em 1957. Formou-se em artes plásticas pelas UFRGS, mudando-se logo em seguida para a Alemanha, onde teve aulas com o artista Raimund Girke, na Hochschule der Künste Berlin. Atualmente, vive e trabalha em Porto Alegre.

Dentre suas diversas exposições individuais, destacam-se Eclipse (Pinacoteca da Feevale, Novo Hamburgo-RS, 2013); Cores, palavras e cruzes (Galeria Nara Roesler, São Paulo-SP, 2012); Museu de Arte do Rio Grande do Sul (Porto Alegre-RS, 2002) e Projeto eventos especiais (Funarte, Rio de Janeiro, Brasil, 1996). Sua obra está presente em coleções particulares e nas coleções do Instituto Figueiredo Ferraz (Ribeirão Preto-SP), da Pinacoteca do Estado de São Paulo (São Paulo-SP) e do Instituto Itaú Cultural (São Paulo-SP).

Em 2015, Karin Lambrecht será tema de dois projetos audiovisuais, realizados pelos cineastas Hopi Chapmann e Karine Emerich: um curta-metragem intitulado Das Urhaus – A Casa Primordial e um documentário para televisão. Os filmes devem ser lançados em maio.

Em 2013 a editora Cosac Naify lançou o livro Karin Lambrecht, sobre sua produção artística. Organizado pela curadora e crítica de arte Glória Ferreira, o livro apresenta uma cronologia da artista e uma rica fortuna crítica com textos de Miguel Chaia, Paulo Herkenhoff, entre outros.

Integrou mostras coletivas importantes como a célebre exposição Geração 80, como vai você?, as 18ª, 19ª e 25ª edições da Bienal de São Paulo (1985, 1987 e 2002) e a 5ª Bienal de Artes Visuais do Mercosul (Porto Alegre, 2005), além de As tramas do tempo na arte contemporânea: estética ou poética? (Instituto Figueiredo Ferraz, Ribeirão Preto, 2013); O colecionador de sonhos (Instituto Figueiredo Ferraz, Ribeirão Preto, 2011); Lugares desdobrados (Fundação Iberê Camargo, Porto Alegre, 2008); Arte no Brasil 1981-2006 (Itaú Cultural, São Paulo, 2007) e Manobras radicais (Centro Cultural Banco do Brasil, São Paulo, 2006). 

Legenda- Eu Sou Tu, 2014/ Tenda de voal branco com 57 folhinhas de papel de seda branco, com aquarela e alfinetes que as prendem e acolchoado forrado com cetim branco/ Base interna 180 x 200 cm

 

Obras

  • Schattenwelt, 2014/ Pigmentos em meio acrílico e marcas de pedra sobre lona/ 180x350 cm/ Foto: Fabio Del Re
  • Sem título,2009/Recortes e colagem com papel canson e pigmentos em meio acrílico/ 67x46 cm/ Foto: Fabio Del Re
  • Eu Sou Tu, 2014/ Tenda de voal branco com 57 folhinhas de papel de seda branco, com aquarela e alfinetes que as prendem e acolchoado forrado com cetim branco/ Base interna 180x200 cm/ Foto: Fabio Del Re
  • Eu Sou Tu, 2014/ Caixa de acrílico com isopor e papel de seda e aquarela com dois preguinhos de ouro/ 32,5x27 cm/ Foto: Fabio Del Re/ 
  • Perdão, 2011/ Recortes e marcas de chuva e pedras sobre papel canson e cruzinha de cobre/ 155x75 cm/ Foto: Fabio Del Re
  • Perdão, 2011/ Recortes e marcas de chuva e pedras sobre papel canson e cruzinha de cobre/ 58 x 41 cm/ Foto: Fabio Del Re