Mais Imagens

Festival Cultura em Miniciclos - Ficção científica e cultura global | 13, 14 e 15.09.2017 - 19h30

GÊNERO:Palestra
DURAÇÃO:1h30
DIRETOR/ARTISTA:Ron Selistre
SINOPSE:

Descrever com um mínimo de precisão o mundo em que a nossa civilização se encontra nestes primeiros anos do terceiro milênio tem sido a missão de artistas, filósofos, sociólogos e teóricos de todo tipo. É provável que nenhuma outra época de que se tenha registro na História humana tenha apresentado um cenário tão caótico e tão fascinante, com tantas direções possíveis surgindo ao mesmo tempo. As tensões e ansiedades do indivíduo e dos organismos sociais parecem convulsionar rumo a um destino que se transforma a todo instante. Antes que esta era chegasse, porém, ela foi gestada nos sonhos de toda uma classe de homens e mulheres que se lançaram ao desafio de imaginar o futuro e compartilharam conosco suas visões. No Festival Cultura em Miniciclos: Ficção Científica e Cultura Global, nós, que vivemos hoje o tempo um dia concebido pelas mentes mais brilhantes do passado, temos a oportunidade de olhar para a estrada que nos trouxe até aqui e examinar onde aquele futuro fantasma jogou sua luz. É um convite para percorrermos juntos um dos caminhos mais encantadores que a raça humana tem trilhado desde seu nascimento: a arte da construção de um poderoso universo imaginário, sem fronteiras e sem limites, que transformou – e segue transformando – o mundo real.

O projeto que vem despertando muito interesse e lotando as sessões desde junho propõe o debate sobre temas importantes da atualidade de forma descontraída, além de dar voz e palco ao stand-up comedy em Porto Alegre. O inovador projeto da LIGA Produção Cultural, realizado apor meio da Lei de incentivo à cultura Pró-cultura RS, tem o apoio do Instituto Ling e patrocínio da Fitesa. Ficção Científica e Cultura Global tem curadoria do músico e desenhista Ron Selistre.

Conheça os participantes desta edição:

Ron Selistre (curador)

Músico, escritor e desenhista, é autor do álbum de ficção científica “Utopolis”. Publicou nas revistas HQ, Mercado Negro, Vox XXI, Porto & Vírgula, entre outras. Assinou a direção de arte do festival de cinema fantástico Fantaspoa de 2012 a 2015. Ex-vocalista e guitarrista dos Damn Laser Vampires, hoje se divide entre o Solomon Death, seu trabalho solo (responsável também pela trilha sonora da HQ futurista Apagão: Cidade Sem Luz e Sem Lei), uma série de contos ainda inéditos e a finalização do livro em quadrinhos “Guitar City, Underground”.

Vasco Py Siegmann (palestrante)

Parido em Porto Alegre, em 1984, Vasco Py Siegmann passou a infância em companhias suspeitas, como a do pirata John Long Silver, e a dum guri que vivia com lobos na Índia. Para simular alguma adequação ao mundo externo às páginas dos livros, trabalhou como designer gráfico por boa parte da vida, chegando a ser diretor de arte do Fantaspoa, festival de cinema fantástico de Porto Alegre. Em 2015, ingressou no curso de bacharel em Letras, na UFRGS, onde tenta infiltrar amigos lovecraftianos.

Cesar Alcázar (debatedor)

Admirador de Hemingway, Borges e Robert E. Howard, Cesar Alcázar encontrou na literatura uma forma de exteriorizar seus devaneios aventurescos e sombrios. É o autor dos livros “Bazar Pulp – Histórias de Fantasia, Aventura e Horror” e “A Fúria do Cão Negro”, além de ter roteirizado as HQs "A Música do Quarto ao Lado" e "O Coração do Cão Negro". Teve contos publicados em inglês pelas revistas Heroic Fantasy Quarterly e Swords and Sorcery Magazine. Pesquisa e escreve sobre cinema (como César Almeida) e é o responsável pela série “Cemitério Perdido dos Filmes B”. Foi um dos idealizadores da Odisseia de Literatura Fantástica, pela qual recebeu o Troféu Amigo do Livro. Também atua como editor (Argonautas Editora) e tradutor. 

Felipe M. Guerra (debatedor)

Formado em Jornalismo pela Unisinos – e com 16 anos de atividade em redação de jornal –, fez Mestrado em Cinema na Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo. Escreve, produz e dirige seus próprios curtas e longas-metragens, com orçamento muito baixo (ou nenhum orçamento), desde 1995. Também atua como pesquisador de cinema, tendo escrito centenas de artigos sobre cinema em geral – e principalmente cinema fantástico - publicados em revistas, livros, sites brasileiros e em seu próprio blog, chamado Filmes para Doidos. Atualmente gerencia a sala de cinema do Santander Cultural em Porto Alegre. Trabalha desde 2010 na equipe organizadora do Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre (Fantaspoa).

Índio Behn (standup comedy)

Filho caçula de uma família de músicos, estar no palco sempre foi natural para o humorista. Ainda  na adolescência com o "boom' da internet começava a escrever artigos de humor despretensiosos em seu blog, que começou a ganhar expressão. Subiu ao palco para fazer rir pela primeira vez em 2011, primeiro com stand-up, depois com  personagem que conquistou milhares de views no youtube. Continuou seu trabalho com humor, estudou artes cênicas e, em 2015, foi chamado para o elenco do quadro "Quem Chega Lá" do Domingão do Faustão. No ano seguinte entrou para o elenco do Prêmio Multishow de Humor integrando o quadro até a semifinal. Atualmente faz shows de humor, palestras, peças de teatro, trabalha com roteirista e dá aulas de stand-up comedy. Os atores convidados dessa edição são Nelly Coelho e Wilson Rosa.

A entrada é franca e as inscrições devem ser feitas através do link.

HORÁRIO:19:30
ELENCO/CONVIDADOS:
CLASSIFICAÇÃO:Livre
SESSÃO COMENTADA/MEDIAÇÃO: